Share, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

Administrador do Futuro: O que é, Perfil e Desafios

Administrador Futuro
Rate this post

O que podemos esperar do administrador do futuro e que desafios estão reservados a esse profissional?

Essa é uma questão de difícil resposta, mas muitas mudanças são projetadas na forma de gerir negócios e pessoas, muito em razão da própria transformação digital em andamento.

Com o avanço das tecnologias, o administrador encontra hoje novos obstáculos quando o assunto é gestão e liderança.

Mas também oportunidades, afinal, o avanço tecnológico agrega conceitos, processos e ferramentas capazes de conceder importante vantagem competitiva às organizações.

Inteligência artificial, machine learning, indústria 4.0, big data, business intelligence e internet das coisas são exemplos de conceitos modernos, que fazem ou podem fazer toda diferença em suas ações e decisões.

Como consequência, não é de hoje que as melhores instituições de ensino apontam para a necessidade de uma formação que desenvolva líderes com perfil empreendedor e abertos à inovação.

Enquanto isso, cada vez mais, a automatização e a informática têm criado máquinas e sistemas que agregam valor às suas soluções.

Nesse novo contexto, permanece a pergunta sobre qual deve ser o papel do administrador no futuro, tendo em vista os objetivos de conquista de resultados sem se descuidar do capital humano.

Para falar sobre o tema, preparamos os seguintes tópicos neste artigo:

  • O que é o administrador do futuro?
  • Perfil do administrador do futuro
  • Qual a importância do administrador do futuro em ser um eterno aprendiz?
  • Administração e as profissões do futuro
  • 6 desafios organizacionais para o administrador do futuro
    • A grama do vizinho
    • Faça parte da aldeia virtual
    • Aprender e ensinar
    • Autogestão
    • Invista na totalidade
    • Criação e adaptação
    • Propósito evolutivo.
  • Como ser um administrador do futuro: principais competências e habilidades.

O assunto desperta o seu interesse? Então, siga a leitura!

administrador do futuro o que e

O que é o administrador do futuro?

O administrador do futuro é o gestor que conduz uma empresa a resultados, fazendo isso a partir de processos e ferramentas modernas.

É um perfil de liderança que valoriza as pessoas, sem abrir mão da tecnologia – postura considerada decisiva para enfrentar os muitos desafios que virão pela frente.

Apesar de não ser possível prever com exatidão quais serão eles, existe uma parte do futuro que já se anuncia – e é preciso prestar atenção nela.

Por isso, o administrador de sucesso do futuro será aquele conseguir se adaptar às novas realidades ao mesmo tempo em que apresenta soluções inovadoras para o dia a dia da gestão.

A necessidade de um perfil inovador e competitivo não é nenhuma novidade dentro das faculdades de administração.

É que a globalização é um fenômeno que se evidencia no mundo dos negócios de maneira inevitável.

Com cantos opostos do globo mais conectados do que nunca, a informação viaja muito mais rápido.

Como consequência, o que era novidade no início da semana, já não conserva esse rótulo na sexta-feira.

Assim, surge a necessidade de um novo administrador, que se sobressaia ao que é básico na gestão de organizações.

Esse profissional deve estar disposto a ousar em suas decisões para se manter relevante no mercado e frente à sua concorrência.

Falaremos mais sobre o novo perfil do administrador no próximo tópico.

administrador do futuro perfil

Perfil do administrador do futuro

A automatização – e, principalmente, a informatização – dos processos de produção nos últimos anos criou máquinas capazes de substituir o trabalho humano com perfeição, levando muitos ao desemprego ou realocação em posições menos nobres.

Essa é realidade já bastante clara, contra a qual não se pode lutar, mas se adaptar.

Será justamente a capacidade de adaptação uma das habilidades mais requisitadas para os profissionais do futuro.

Outro lado dessa mesma moeda, novas mudanças organizacionais reduzem cada vez mais os cargos de chefia, enxugando a pirâmide organizacional para proporcionar um ambiente mais próximo da autogestão, com maior liberdade para os colaboradores.

O objetivo final das empresas modernas têm sido alcançar um modelo com o máximo de autonomia e o mínimo de intervenção humana possível.

E esse novo quadro organizacional demanda também uma nova postura do indivíduo no mercado de trabalho.

Assim, o perfil do administrador do futuro é de um profissional que seja cada vez menos estritamente técnico, e cada vez mais voltado ao processo de interpretação, adaptação e transformação nas situações-problema.

Qual a importância do administrador do futuro em ser um eterno aprendiz?

Em “O Desafio do Aprendizado” (1997), os pesquisadores Calhoun Wick e Lu Stanton Leon falam justamente sobre o papel do aprendizado na manutenção da vantagem competitiva das empresas.

Eles traçam algumas diferenças na forma de apreender conhecimento entre o administrador do passado e o do futuro.

Enquanto, no passado, o processo de aprendizado aparecia de forma mais passiva, o administrador do terceiro milênio procura aprender de forma deliberada e constante, e não mais só quando está em sala de aula.

Um maior senso de responsabilidade em relação à sua carreira faz com que ele assuma a responsabilidade pelo próprio desenvolvimento, percebendo como o aprendizado afeta os negócios e decidindo, intencionalmente, o que precisa aprender.

É importante destacar que, mesmo que se viva hoje em um contexto de globalização e mudanças aceleradas, a educação formal continua tendo seu espaço e importância.

A formação em cursos de administração é uma oportunidade única de entrar em contato com nomes de referência na área, além de proporcionar um ambiente propício para manter-se informado nas tendências de mercado e estabelecer networking.

Ainda assim, é urgente que as instituições de ensino atualizem sua forma e conteúdo, como ao utilizar as chamadas metodologias ativas de aprendizagem.

Mais do que nunca, o administrador do futuro vai demandar uma educação que foque seus esforços em uma formação empreendedora, capaz de desenvolver competências sólidas de liderança, trabalho em equipe, inovação, networking, entre outras tão ou mais valorizadas pelo mercado de trabalho.

O conhecimento é construído nessa nova fase de forma mais horizontal e generalista, já que não há tempo nem necessidade para se aprofundar em todas as tendências que surgem.

É importante ter um olhar crítico para avaliar se aquela novidade se encaixa no perfil e demanda do seu empreendimento ou não.

administrador do futuro administracao profissoes

Administração e as profissões do futuro

A tecnologia tem colocado o profissional de administração frente a uma nova configuração do mundo do trabalho.

Trabalhos que antes precisavam de duas ou três pessoas para serem entregues, hoje, podem ser completados acionando uma simples alavanca ou apertando um botão.

A mão de obra perdeu espaço no processo de produção, sendo realocada ou adaptada a novas funções e perfis de trabalho.

Isso porque novas tecnologias demandam também novos profissionais, capazes de operá-las e otimizá-las para extrair dali o máximo de produtividade possível.

É importante que o empreendedor tenha isso em mente na hora de compor o quadro de colaboradores da empresa.

Um planejamento que parta do entendimento de quais são as profissões do futuro ajuda a antecipar o cenário em cinco ou dez anos, fazendo com que a empresa contrate e treine profissionais de acordo com as novas demandas.

Voltadas principalmente para a inovação, as profissões do futuro estão espalhadas entre as áreas de tecnologia, compliance, dados, experiência, qualidade de vida e saúde.

Novos cargos, como analista de big data, programador de automação de marketing, engenheiro de dados, e gestor de computação em nuvem respondem a uma demanda do mercado que caminha para funções cada vez mais especializadas.

Por outro lado, existem profissões que se tornaram tendência para o futuro por uma demanda do consumidor final, como é o caso dos advogados de proteção a dados, geneticistas e terapeutas em geral.

administrador do futuro 7 desafios organizacionais

7 desafios organizacionais para o administrador do futuro

Como manda a biologia de qualquer organismo vivo, de tempos em tempos, o administrador precisa reconhecer as mudanças do ambiente externo para adaptar-se – ou será destruído por elas.

Apesar de ser impossível prever o futuro, o presente nos aponta para quais serão algumas das mudanças desse novo cenário.

Com isso em mente, separamos alguns exemplos que podem ajudar a identificar e prevenir problemas de adaptação.

São sete exemplos de situações que podem desafiar o administrador do futuro, tanto na gestão de time quanto nas decisões executivas.

1. A grama do vizinho

Pode até ser mentira o ditado que diz sobre a grama do vizinho sempre ser mais verde do que a nossa. Mas isso não tira a importância de darmos uma espiadinha pela cerca.

Foi-se o tempo em que as transações financeiras feitas do outro lado do oceano não importavam.

Não só importam, como devem sempre estar no radar do empresário, já que têm o potencial de impactar positiva ou negativamente na saúde da empresa.

Em um mundo globalizado, precisamos ter atenção constante em todos os fatores sociais, políticos e econômicos que podem influenciar nos negócios, seja em esfera municipal, estadual, nacional ou mundial.

Por isso, é essencial que o administrador do futuro pense globalmente para agir localmente.

administrador do futuro faca parte aldeia virtual

2. Faça parte da aldeia virtual

Um dos principais efeitos da globalização é o encurtamento das distâncias geográficas que coloca todas as pessoas e empresas à distância de um clique.

Levando isso em consideração, é essencial que a organização esteja inserida na internet de maneira assertiva, comunicando de forma efetiva os valores da empresa, serviços prestados e produtos vendidos.

Se, no presente, já é importante ter uma presença significativa na aldeia virtual que é a internet, no futuro, essa necessidade fica ainda mais evidente.

3. Aprender e ensinar

Falamos bastante sobre a importância de o administrador do futuro ser um eterno aprendiz.

Para isso, com certeza, a capacitação é um dos melhores caminhos para garantir a competitividade.

O profissional do futuro precisa ter uma compreensão ampla da empresa que administra e isso significa saber um pouco de cada função.

Conversar com sua equipe é um ótimo jeito de manter todos na mesma página, com cada um compartilhando conhecimento sobre a sua área e aprendendo com o colega

4. Autogestão

Cada vez mais, as organizações têm caminhado para um organograma com menos cargos de chefia, em uma gestão mais autocentrada, na qual o profissional é capaz de se autogerir.

Por meio de um sistema baseado nas relações entre pares sem necessidade de hierarquia, a autogestão possibilita que se opere de maneira efetiva, mesmo em larga escala.

Assim, não se objetiva um consenso para a tomada de decisões, mas a construção de hierarquias naturais que consigam dinamizar o processo.

administrador do futuro invista totalidade

5. Invista na totalidade

É mais raro, hoje, encontrarmos casos de pessoas que ficaram por muitos anos trabalhando em uma mesma empresa.

Conforme o mercado de trabalho se tornou mais competitivo e os processos seletivos mais difíceis, o profissional também se tornou mais exigente com as empresas.

Uma boa maneira de superar este desafio é investir em estratégias de totalidade para sua empresa, apresentando os valores da organização e reconhecendo a contribuição de cada colaborador.

É preciso fazer com que cada profissional se sinta pertencendo àquele espaço para que, assim, possa se dedicar com totalidade e propósito à sua função.

6. Criação e adaptação

Uma grande máxima da administração do futuro será: não espere o funcionário se adaptar.

Mas isso não significa uma gestão punitivista ou realizar demissões em massa.

Pelo contrário, o gestor do futuro deve criar formas de compreender e adaptar os funcionários, e não esperar que somente eles se adaptem à cultura organizacional da empresa.

Oferecer benefícios na empresa, como espaços de descanso, refeições inclusas, metas bem estabelecidas e até o trabalho remoto de casa são formas de manter a equipe motivada, produtiva e engajada.

7. Propósito evolutivo

É preciso definir de forma clara onde a empresa deseja chegar e garantir que todos acreditem nesse objetivo e se mostrem motivados e engajados para alcançá-lo.

Não adianta olhar apenas para o cenário externo e tentar acompanhar os concorrentes.

Ter um propósito evolutivo significa respeitar valores, alinhar o discurso e as práticas para criar as condições necessárias para que a organização caminhe em direção a ele.

Como lembramos antes ao falar sobre totalidade, um dos desafios do administrador do futuro é assegurar a cada colaborador a sensação de pertencimento.

Se os funcionários não acreditam no propósito da empresa, ou se ele sequer existe, é bastante provável que o negócio não alcance a longevidade.

Isso sem falar nos percalços pelo caminho, como a frustração de colaboradores, a desmotivação do time e o crescimento de índices negativos, como o turnover (rotatividade), absenteísmo (faltas não justificadas) e perda de talentos.

administrador do futuro como ser um principais competencias habilidade

Como ser um administrador do futuro: principais competências e habilidades

Já destacamos até aqui que, para ser um administrador no futuro, serão exigidas do gestor diversas competências e habilidades para que ele consiga se adaptar às novas demandas do mercado.

Agora, para fins de compreensão, vamos organizar essas habilidades em três eixos principais: educação, adaptação e inovação.

Falamos bastante já sobre a importância de um processo educacional contínuo para o administrador do futuro.

Em um mundo que se transforma o tempo todo, é importante continuar sempre aprendendo para garantir sua vantagem competitiva.

Passada a fase de consumo das novidades, o profissional precisa ter a capacidade e a maturidade para digerir tudo isso, lidando com um fluxo de informações sem fim.

A adaptação às mudanças exige grande capacidade analítica para enxergar não só os desafios, como também as oportunidades oferecidas por esse novo cenário.

Como não se pode parar o curso das coisas, é preciso se flexível para passar a lidar com as novas realidades.

O indivíduo que conseguir responder às novas demandas será aquele que estiver disposto a dançar conforme a música.

Assim, chegamos ao último eixo de habilidades e competências que é a inovação.

O profissional do futuro alcançará seus objetivos de se manter competitivo na criatividade, já que, cada vez mais, será necessário dialogar com a inovação, adotando uma posição mais flexível na resolução de problemas.

Por mais que o papel do administrador como gestor do negócio e líder do time permaneça igual em seu cerne, deve ele ser capaz de compreender e adaptar-se a novos perfis em sua equipe.

Neste sentido, o gestor precisa contar com uma área de Recursos Humanos forte e capaz de responder às demandas e necessidades dos novos profissionais e geradas por eles.

É papel do RH atrair, reter e desenvolver os colaboradores para que se mantenham motivados a propor novas soluções dentro da empresa.

Do outro lado, o profissional que deseja permanecer inserido em um mercado altamente volátil, deve buscar formas de se manter constantemente atualizado e capacitado.

Em linha gerais, o administrador do futuro deve seguir uma mentalidade empreendedora, valorizando o conhecimento, a inovação e a criatividade.

administrador do futuro conclusao

Conclusão

Ao longo deste artigo, ficou a clara a necessidade de o administrador do futuro se adaptar para se manter competitivo.

Os avanços tecnológicos acontecem de forma cada vez mais acelerada, e é preciso dispor de uma mentalidade inovadora para atender às novas demandas de gestão e de mercado.

No futuro, vai se destacar aquele profissional que estiver disposto a encarar desafios e propor soluções.

A educação e a capacitação constante serão ferramentas extremamente úteis para se manter atualizado, mas é preciso que não seja um esforço restrito apenas ao ambiente de sala de aula.

Nesse contexto, o administrador que desejar se destacar deve estar disposto a se educar, adaptar e inovar.

Para qualificar o seu aprendizado, deixamos a seguir sugestões de artigos que abordam o mercado futuro e o que esperar dos desafios que vêm por aí:

Para evoluir ainda mais como administrador do futuro, visite o site da FIA (Fundação Instituto de Administração), conheça nossos cursos e invista na sua qualificação profissional.

Se desejar, faça contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *