Share, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos

A área de UX Design tem despertado cada vez mais o interesse de profissionais no mercado.

Basta acompanhar os sites de emprego e redes sociais para ver a vasta oferta de vagas nesse ramo.

Esse, por si só, é um bom motivo para pensar em seguir carreira como UX Designer, não é mesmo?

Mas não é o único.

Na verdade, a profissão é daquelas que atraem os aficionados por resolver problemas e que suspiram ao testemunhar os resultados do seu trabalho.

Além disso, ela tem tudo a ver com o presente e o futuro.

Segundo a pesquisa The Top Skills Companies Need Most, realizada pelo LinkedIn em 2020, a UX Design figura na lista das hard skills mais requisitadas pelo mercado.

E, de acordo com um estudo da Nielsen Norman Group, o crescimento esperado até 2050 deve ofuscar tudo o que a área já evoluiu até hoje.

Portanto, se você está procurando uma área promissora, já encontrou.

Agora, é só acompanhar o artigo para saber mais sobre o UX Design.

Este conteúdo é indicado também para quem quer saber mais sobre a atividade e está pensando em investir em UX Design nos negócios.

Veja a seguir os tópicos que serão abordados:

  • O que é UX Design?
    • Qual é a história do UX Design?
  • O que faz um profissional de UX Design?
  • Qual é a importância do UX Design?
  • Os 5 elementos do UX Design
  • Quais são as vantagens do UX Design?
  • Exemplos práticos de UX Design
  • Como trabalhar com UX Design?

Boa leitura!

O que é UX Design?

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
O que é UX Design?

UX Design é a abreviação de User Experience Design que, em português, significa Design de Experiência do Usuário. Refere-se a uma atividade que busca garantir a melhor experiência para o usuário em um produto ou serviço através de um design responsivo, organizado e intuitivo.

Muita gente associa o design à arte, mas essa é uma visão limitada da área.

Se você também faz essa conexão imediata, é importante, primeiro, compreender o conceito com fidedignidade.

O design é, na verdade, uma ciência que utiliza atributos visuais para resolver problemas.

Portanto, ainda que ilustração, desenho e outras questões relacionadas à estética e beleza possam fazer parte do processo, o que conta mesmo é a solução criativa e inovadora que a atividade se propõe a entregar.

O design possui diversos segmentos que se posicionam entre tecnologia e comunicação visual.

Cada um deles cumpre papéis diferentes e é composto de tarefas específicas.

Entre os ramos do design que mais cresce está o UX Design.

O acrônimo UX, sempre que se liga à uma atividade, atribui funções relativas à jornada do usuário.

Dessa forma, o UX Design é encarregado de prover um design centrado no usuário.

Isto é, um design que atenda às necessidades de quem utiliza um produto ou serviço, a fim de oferecer uma experiência satisfatória.

Qual é a história do UX Design?

Há quem se surpreenda ao descobrir que o termo UX existe há mais de três décadas.

Afinal, as letrinhas têm se popularizado mais recentemente, com o avanço da transformação tecnológica.

Mas foi em 1990 que Donald Norman, um dos maiores gurus do Design, que na época era Vice-Presidente do Advanced Technology Group da Apple, cunhou o conceito.

Don Norman acreditava que definições como “Interface de Usuário” e “Usabilidade” não representavam com exatidão o seu trabalho.

Na verdade, elas até limitavam o alcance da sua atuação.

Foi aí que se estendeu à criação do User Experience ao renomear a funçãopara User Experience Architect Group.

O que faz um profissional de UX Design?

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
O que faz um profissional de UX Design?

O profissional que atua com UX Design recebe o nome de UX Designer.

Seu trabalho consiste em oferecer a melhor experiência ao usuário durante toda a jornada.

Fica menos abstrato quando pensamos em websites, softwares e aplicativos.

Ao acessar um portal de notícias, por exemplo, o usuário visualiza os principais acontecimentos em destaque, certo?

À medida que desce a barra de rolagem, vê outras reportagens menos relevantes ou mais antigas, por exemplo.

Há também o menu com as editorias para que o usuário possa escolher a categoria de notícias que deseja acessar.

Outra opção que costuma ter em portais desse tipo é o campo de busca.

Todas essas possibilidades e a forma como elas são apresentadas são pensadas pelo UX Designer.

Para isso, ele pesquisa e entende os problemas do público.

E, com base nas necessidades identificadas e nos objetivos de negócio, cria soluções.

Ou seja, não se trata de idealizar um produto bonito, lançar no mercado e torcer para dar certo.

É preciso bastante estudo.

O UX Designer realiza reuniões com usuários, procura entender os comportamentos e objetivos, define fluxos e cria protótipos para chegar ao produto ideal.

Qual é a importância do UX Design?

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
Qual é a importância do UX Design?

Não é nenhuma novidade que a internet tem revolucionado muitos negócios e transformado o comportamento de consumo, certo?

O fato é que quanto mais ela evolui, mais acirrado fica o mercado, e maior é a nossa expectativa em relação às empresas.

Se há algumas décadas as organizações ditavam o rumo das compras, hoje, as necessidades e desejos da clientela são o ponto de partida das ações.

Ou seja, o público tem o poder de decisão, e isso influencia significativamente na qualidade dos produtos e serviços, já que as marcas precisam se destacar.

Nesse contexto, uma vez que o UX Design preza pela experiência do usuário, é certo afirmar que se trata de um instrumento competitivo.

Afinal, investir em UX Design é uma forma de oferecer maior valor ao cliente.

Esse esforço, aliás, é perceptível e gera retorno.

A NEA, empresa global de capital de risco, realizou uma pesquisa com mais de 400 companhias para obter informações sobre o papel do design na construção de empresas.

Veja só: 87% dos entrevistados disseram que o design era importante.

Durante o estudo, a NEA constatou que o design tinha forte influência em startups bem-sucedidas, como os unicórnios (com avaliação superior a US$1 bilhão), e destacou dados relevantes sobre este grupo.

Em comparação com os demais entrevistados, para os unicórnios:

  • O design aumenta as vendas (+14%)
  • O design proporciona maior retenção de clientes (+44%)
  • O design gera maior engajamento (+21%)
  • O design permite ciclos de produto mais ágeis (+30%).

Um estudo da Forrester, divulgado na Forbes.com, também evidencia o diferencial das empresas que investem em UX.

Segundo a pesquisa, as 10 principais empresas líderes em experiência do cliente superaram o índice S&P com quase o triplo dos retornos em comparação a seus pares.

Os 5 elementos do UX Design

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
Os 5 elementos do UX Design

Tudo bem até aqui com relação ao que é UX Design? Agora, vamos entrar em aspectos um pouco mais técnicos.

Existem cinco elementos que sustentam o UX Design.

Isto é, eles são a base para oferecer uma boa experiência ao usuário.

Confira quais são eles!

Carregamento

O tempo de espera é um dos fatores de grande impacto na satisfação do cliente em qualquer negócio.

Quanto maior é o tempo de resposta de uma empresa ou serviço, maior é o descontentamento do consumidor.

Assim também acontece com usuários de plataformas.

Uma pesquisa do Google revelou que 53% dos usuários de mobile abandonam um site se ele demora mais de três segundos para carregar.

De bate-pronto, diante dessa informação, três segundos soam como exagero, não é verdade?

Mas, na espera do carregamento, esse tempo parece uma eternidade.

Provavelmente, como o carregamento em menos de dois segundos é uma boa prática, estamos habituados com a velocidade.

É como se entendêssemos que tempos maiores são ruins e não atendem às nossas expectativas.

SEO

SEO é o acrônimo de Search Engine Optimization, que, em português, quer dizer Otimização para Mecanismos de Busca.

Trata-se de um conjunto de técnicas aplicado para que os sites sejam facilmente encontrados pelos buscadores, como o Google.

Atingir o topo dos sites de pesquisa é a meta de muitas empresas, por isso é que 65,8% das organizações pretendem implementar alguma estratégia de otimização, de acordo com a pesquisa SEO Trends 2020.

Afinal, estar entre os primeiros colocados pode gerar muito tráfego e, em um segundo momento, engajamento e conversão.

Embora exerçam funções distintas, SEO tem tudo a ver com UX Design.

Isso porque as regras para otimização também precisam atender ao mesmo objetivo: a experiência para o usuário.

Conteúdo

Você já acessou um site esperando encontrar a resposta para o que estava buscando, mas saiu mais confuso do que chegou?

Isso acontece quando o conteúdo não é bom.

De nada vale uma navegação sensacional se o conteúdo não é útil e relevante, confere?

É como mandar todo o esforço com os outros quesitos por água abaixo.

Por isso, o conteúdo é um dos elementos do UX Design e deve ser uma das prioridades na experiência do usuário.

Design

O design, sem dúvida, figura nessa lista.

Ele é a parte visual do trabalho.

Ou seja, tudo aquilo que o usuário enxerga em forma de cores, imagens, ilustrações e outros elementos.

O visual desempenha um papel muito importante no UX Design.

Quando você tem um produto carregado de elementos visuais, por exemplo, tem dificuldade de encontrar a informação que precisa e logo se cansa da navegação.

Por outro lado, a ausência de elementos também pode atrapalhar a experiência.

O equilíbrio é tudo.

Um layout bem feito é capaz de atrair o usuário e despertar emoções positivas.

Adaptação

Você já acessou um site pelo celular e não conseguiu navegar porque o conteúdo não se adaptou ao formato da tela?

Isso acontece quando o site é desenvolvido para desktop, ou seja, para a navegação em computadores e notebooks, mas não é adaptado para mobile (smartphones e tablets).

Entretanto, um dos princípios essenciais do UX Design é essa adaptação.

Os sites precisam estar adaptáveis a todos os dispositivos.

É o meio de conseguir alcançar e atender mais pessoas e seus meios de acesso.

Quais são as vantagens do UX Design?

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
Quais são as vantagens do UX Design?

Se você entendeu a importância do UX Design, certamente, já deve ter imaginado as vantagens que ele proporciona.

Algumas delas, aliás, já foram brevemente mencionadas neste artigo.

Agora, você confere os benefícios detalhadamente:

Conhecimento do público

Essa vantagem costuma passar despercebida porque se disfarça entre os estágios do processo.

No entanto, é impossível não mencioná-la, afinal, ampliar o conhecimento do público é um diferencial competitivo.

A empresa que conhece o seu cliente é capaz de oferecer as melhores soluções.

Evidentemente, a pesquisa para aprimorar a experiência do usuário tem esse objetivo.

Entretanto, ao investigar desejos, necessidades e sentimentos da persona, é possível se aproximar ainda mais do público e pensar em outras soluções.

Satisfação dos usuários

Esta, sem dúvida, é uma das principais vantagens do UX Design.

Na verdade, é o objetivo de se fazer UX Design.

Ao oferecer uma boa experiência espera-se que o usuário fique satisfeito com o produto ou serviço utilizado.

E quando ele fica satisfeito, acaba comprando mais e indicando a marca para outras pessoas.

Fidelização dos clientes

Segundo o guru do marketing, Philip Kotler, atrair um novo consumidor custa de cinco a sete vezes mais do que manter um cliente atual.

Por isso, investir em fidelização vale a pena.

E quando você consegue satisfazer o seu cliente, as chances de que ele se torne fiel a sua marca é muito maior.

O UX Design, portanto, é uma estratégia que se soma ao esforço de relacionamento na retenção de clientes.

Redução de custos

Outro aspecto importante do UX Design está relacionado à redução de custos.

A estratégia soluciona problemas de usabilidade antes mesmo que eles possam acontecer.

Do contrário, lançando um produto no mercado com falhas, seria preciso investir muito mais recursos para corrigir cada erro apontado.

Além disso, sem nenhum estudo prévio e desenvolvimento centrado no usuário, é como apostar no azar.

Otimização do tempo

Assim como o UX Design proporciona redução de custos, ele também propicia otimização do tempo, concorda?

Afinal, tempo é dinheiro. Ambos estão intrinsecamente ligados.

Mas além de não perder tempo com eventuais correções, o UX Design também otimiza tempo porque costuma andar de mãos dadas com os métodos ágeis.

Isso, certamente, contribui para que as soluções sejam lançadas de modo mais eficiente, além de rápido, é claro.

Lucratividade

Se você quer convencer a diretoria da empresa de que vale a pena investir em UX Design, nada melhor do que apresentar o Retorno sobre o Investimento (ROI), não é mesmo?

Então, prepare-se, porque o número é impressionante.

O estudo da Forrester revelou que, em média, cada dólar investido em UX traz 100 dólares de retorno.

Isso representa um ROI de 9.900%.

Já dá até para visualizar a sala repleta de diretores com os braços levantados concordando em contratar um time de UX Designers, não?

Mais eficiência

Uma vez que o mercado e os usuários são estudados, você constrói um escopo bem realista, concorda?

Afinal, a solução não parte de achismos, mas, sim, de informações e evidências.

Dessa forma, com o produto bem definido, é difícil não dar certo.

É sinal de que há eficiência por trás das ações.

Credibilidade

Para uma marca conquistar credibilidade, o trabalho é árduo.

Leva tempo e bastante esforço.

Mas o UX Design tem uma contribuição expressiva nesse sentido.

Isso porque o usuário tende a reconhecer as empresas que se dedicam para agradá-lo.

Portanto, se o produto ou serviço oferece uma boa experiência, é bem provável que o cliente construa uma relação baseada na confiança.

Exemplos práticos de UX Design

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
Exemplos práticos de UX Design

Depois de toda essa apresentação sobre UX Design, nada melhor do que conferir alguns exemplos práticos para assimilar o conteúdo, não é verdade?

Grandes empresas, de diferentes segmentos, já investiram na estratégia e têm percebido os resultados.

Confira a seguir algumas delas.

Mercado Livre

O Mercado Livre é o maior marketplace da América Latina.

Certamente, esse título não foi conquistado à toa, não é verdade?

A plataforma tem se dedicado cada vez mais para otimizar a experiência dos usuários e, nesses esforços, instituiu melhorias que valem a pena destacar.

Uma delas está relacionada aos filtros de busca.

Há diversas opções disponíveis para refinar a pesquisa e encontrar o produto ideal.

O modo que as informações estão dispostas também é outro aspecto que merece ser evidenciado.

O usuário consegue visualizar a imagem do produto com exatidão e ver rapidamente informações importantes, como frete grátis e a data em que o pedido será entregue.

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
Algumas opções de filtros para smartphones
UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
Informações em destaque no anúncio do produto

Amazon

Um simples botão pode aumentar – e muito – as chances de conversão.

E a Amazon, gigante do varejo online, conseguiu otimizar isso em seu site com o método “1-Click”.

A empresa implementou uma opção para que os usuários pudessem comprar com apenas um clique, ou seja, sem precisar colocar o produto no carrinho de compras

Outra prática de UX Design que coloca a empresa nessa lista de exemplos é o modo como as avaliações de outros clientes são apresentadas.

A Amazon destaca os comentários mais relevantes.

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
Avaliação em destaque no anúncio do produto

Duolingo

Para quem pretende aprender idiomas sozinho, e de forma gratuita, o Duolingo é uma excelente opção.

A plataforma, disponível na Web e em aplicativo, dispõe de lições curtinhas para o aluno praticar um pouco por dia.

O mais interessante é que a usabilidade é fantástica, já que o Duolingo é exemplo de UX Design.

A plataforma é intuitiva e muito simples de ser usada.

O usuário consegue acompanhar os conteúdos com autonomia, ainda que seja um ambiente virtual de aprendizagem sem apoio de professores.

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
Exemplo de lição para o aprendizado do idioma inglês

Oi

O site da Oi figura entre os exemplos de UX Design pela responsividade e pelo carregamento.

As telas se ajustam perfeitamente em qualquer dispositivo, do celular à TV.

E, como a própria empresa afirma, “o novo site é 5x mais rápido, com as áreas mais acessadas em destaque e menos ruído.”

UX Design: O que é, elementos, vantagens e exemplos práticos
Novo site da Oi

Como trabalhar com UX Design?

Se você ficou interessado em UX Design e quer seguir carreira na área, é importante ter ciência das habilidades que costumam ser exigidas pelo mercado.

Em relação às hard skills, é esperado que o profissional tenha conhecimento das metodologias de UX, além das metodologias de pesquisa e de testes e validações.

Conhecer as principais ferramentas da área, como Sketch, Figma, Balsamiq, Adobe XD e Invision, também é importante.

Já as soft skills mais solicitadas pelo mercado são: pensamento crítico, senso analítico, visão estratégica, curiosidade, criatividade e empatia.

Conclusão

UX Design é uma área que tem crescido bastante, afinal, ela acompanha as necessidades do consumidor e atende aos objetivos de negócio.

Como vimos, as empresas que se preocupam com o usuário e se dedicam a oferecer a melhor experiência saem na frente.

Por isso, vale a pena investir nessa estratégia.

Para quem quer trabalhar no ramo, a carreira de UX Designer é promissora.

O mercado está aquecido e as vagas demandam profissionais qualificados.

Mesmo sem experiência, é importante desenvolver as habilidades e conhecimentos necessários para conquistar uma oportunidade.

Siga acompanhando os conteúdos do blog da FIA para se manter bem informado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *