Share, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

Edutainment (edutretenimento) – Tudo que você precisa saber

Edutainment

Quem analisa criticamente o mundo no qual está inserido atualmente, não tem dificuldade para entender por que um conceito como edutainment é tão importante.

Como já destacamos em vários artigos de nosso blog, a inteligência artificial, machine learning e automação são conceitos que estão tomando conta.

É a indústria 4.0, também conhecida como 4ª Revolução Industrial, uma realidade em que os algoritmos e robôs assumem um número cada vez maior de funções humanas.

Isso implica na extinção de empregos manuais e operacionais, enquanto atividades que exigem nossa plena capacidade intelectual não deixarão de existir.

Para se destacar nesse cenário, é preciso acumular conhecimento especializado e também genérico, em tantas áreas quanto for possível.

Até porque uma das soft skills mais valorizadas hoje é a criatividade, que se trata da capacidade de fazer conexões entre referências distintas, resultando em algo novo.

Quanto mais conhecimento a pessoa tiver, portanto, maior será o seu potencial de criar soluções criativas.

O que isso tudo tem a ver com edutainment?

O fato de estarmos na Era da Informação ao mesmo tempo facilita e dificulta o processo de adquirir esse conhecimento.

Facilita porque ele está mais democrático e acessível que nunca.

E dificulta porque estamos envolvidos por tantos estímulos que fica difícil encontrar tempo e concentração para aproveitar tudo isso.

Aí que entra o edutainment, como uma forma de recuperar o interesse das pessoas pelo conhecimento em um mundo tão caótico.

Neste artigo, vamos muito além dessas dissertações filosóficas. Falaremos sobre os seguintes tópicos:

  • O que é Edutainment ou edutretenimento?
  • Como surgiu o Edutainment?
  • Para que serve o Edutainment?
  • Princípios do Edutainment
  • Principais vantagens do Edutainment
  • Como o Edutainment pode contribuir para a educação?
  • Exemplos de aplicação do Edutainment
  • Como aplicar o Edutainment?

Está curioso para explorar o universo divertido e cheio de propósito do edutainment? Siga a leitura!

edutainment o que é edutretenimento
Entreter e envolver alguém é fundamental no edutainment

O que é Edutainment ou edutretenimento?

Edutainment é a produção de conteúdo educacional, soluções tecnológicas ou métodos de ensino que utilizam valores do entretenimento.

A própria palavra já entrega seu significado, já que é uma amálgama em inglês que funde educational (educacional) e entertainment (entretenimento) em um termo só – a exemplo da palavra edtechs, que quer dizer educational technologies (tecnologias educativas).

Nas criações do edutainment, a educação é o objetivo, o fim,

Já o entretenimento é a linguagem, o meio utilizado para educar.

Dentro do possível, portanto, criam-se soluções que educam e divertem na mesma medida.

Há diversos tipos de mídias nas quais essa fórmula pode ser colocada em prática, como músicas, filmes, séries audiovisuais, jogos, softwares, aplicativos e dispositivos eletrônicos.

A intenção dos criadores e desenvolvedores é apresentar o conteúdo educacional de uma forma que o usuário não encare com o peso de uma obrigação.

Não é algo que ele “tem que aprender” ou “tem que fazer”, mas sim uma atividade que dá prazer, à qual a pessoa vai se dedicar porque ela gosta, não porque precisa.

Afinal, a palavra entretenimento aqui não é usada como sinônimo de distração, mas sim de um passatempo agradável e divertido.

Já que trouxemos a definição de entretenimento, por que não falar sobre o que se considera educação?

Você pode achar que todo mundo sabe o que é um conteúdo educativo, mas a verdade é que, em alguns casos, não é tão fácil diferenciar o edutainment e o simples entretenimento.

O conteúdo educativo é aquele feito com a intenção de proporcionar o aprendizado sobre uma matéria ou conhecimento que tenha utilidade para a formação pessoal ou profissional de um indivíduo.

Desse modo, edutainment é diferente de infotainment, a união entre informação e entretenimento.

A informação é mais objetiva, e superficial, imediata e perene, enquanto a educação envolve conhecimentos e habilidades relacionadas a um propósito maior.

Essa ou qualquer outra tentativa de definição sempre será incompleta, pois educação – assim como entretenimento – é um conceito que nunca deixará de ter alta carga de subjetividade.

edutainment como surgiu
A ideia de que a educação não precisa ser algo tedioso não é uma novidade

Como surgiu o Edutainment?

É impossível precisar quando surgiu a ideia de unir educação e entretenimento.

Como acabamos de ver, são dois conceitos abstratos, e a sua dissociação não existe se não na nossa mente.

O que isso quer dizer é que, em outros períodos históricos de determinadas culturas, educar-se sempre foi uma forma de diversão.

No mundo atual, há tantas linguagens e formatos de conteúdo que fica muito mais fácil classificar as coisas em diferentes categorias.

De um lado está a educação formal, com escola, universidade e outras instituições de ensino. De outro, a televisão, cinema, shows, futebol, games e tantas outras atividades feitas para entreter.

No Renascimento e no Iluminismo, há registro de pensadores preocupados em tornar o ensino mais contagiante, agregando elementos mais lúdicos.

Um bom exemplo de publicação antiga em que o autor deliberadamente une educação e entretenimento é o Poor Richard’s Almanack, ou Almanaque do Pobre Ricardo, que era publicado anualmente por Benjamin Franklin entre 1732 e 1758, nos Estados Unidos.

O almanaque continha poemas, provérbios, calendário, previsões meteorológicas sazonais, dicas domésticas, quebra-cabeças e, às vezes, até exercícios matemáticos.

Mais recente, um marco foi o lançamento do filme Tommy Tucker’s Tooth, feito por Walt Disney.

O filme contava a história de dois meninos: um cuidava da higiene dentária, outro não. O objetivo era aconselhar as pessoas sobre técnicas para escovar os dentes, uma prática que não era tão difundida quanto hoje.

Aliás, já nos anos 1950, atribui-se ao mesmo Walt Disney uma das menções mais antigas conhecidas ao termo edutainment.

O pioneiro da indústria de animações usou a palavra para definir a série de documentários de curta-metragem True-Life Adventures, que tinha conteúdo educativo.

Atualmente, com o desenvolvimento do mundo digital, as possibilidades de criar soluções educativas e divertidas ao mesmo tempo se multiplicaram.

Mais adiante, no tópico “Exemplos de aplicação do Edutainment”, traremos alguns exemplos mais recentes e outros atuais.

edutainment para que serve
A tecnologia também está a serviço do eduitainment

Para que serve o Edutainment?

Como destacamos antes, o fim do edutainment é a educação, enquanto o meio é o entretenimento.

Por isso, embora seja necessário os dois elementos para caracterizar o conceito, sua razão de existir é a transmissão do conhecimento.

O entretenimento é usado como recurso para aumentar o interesse dos alunos ou curiosos, para engajá-los mais no processo de aprendizagem (no tópico “Principais vantagens do Edutainment” vamos falar mais sobre isso).

Só que não para por aí.

Além de facilitar a atração pelo conteúdo educativo, o edutainment, muitas vezes, traz resultados finais melhores do que métodos tradicionais de ensino.

A curva de aprendizado dos alunos melhora.

Há inclusive um estudo realizado pela Unesp sugerindo que o uso de ferramentas tecnológicas educativas melhora em 32% o rendimento de alunos em matérias como matemática e física.

E se você pensa que isso vale apenas para crianças e adolescentes, está enganado.

Costuma-se vincular a parte lúdica da educação apenas às crianças, mas o edutainment serve também para ajudar adultos de qualquer idade a se concentrarem e se engajarem melhor em conteúdos educacionais.

É algo que deve ser considerado por qualquer profissional que quer manter um alto grau de empregabilidade.

Lembre-se do que falamos no início do texto: a capacidade de aprender rápido e fazer conexões será cada vez mais valorizada no mercado atual.

edutainment princípios
A interação é um princípio fundamental da internet e do edutainment

Princípios do Edutainment

Como destacamos antes, às vezes, não é tão simples reconhecer o que deve e o que não deve ser considerado edutainment.

Em primeiro lugar, é importante deixar de lado a ideia errada de que o importante é o formato.

Edutainment não é um tipo de aplicativo, não é gamificação e tampouco a simples utilização de ferramentas digitais na educação.

Acima de tudo isso, é uma abordagem desenvolvida a partir do objetivo de tornar o aprendizado mais divertido, interessante e empolgante.

Por isso, os princípios do edutainment se confundem com os princípios do entretenimento, que são os seguintes:

  • Envolvimento: as soluções mais modernas de edutainment exigem um envolvimento ativo do usuário. Ou seja, além de receber o conteúdo, espera-se que ele participe com ações
  • Imersão: o bom entretenimento tem o incrível potencial de fazer uma pessoa mergulhar no conteúdo, concentrando-se totalmente nele sem pensar em outras distrações
  • Interação: a troca de experiências ocorrida na interação com educadores e outros alunos é bastante valiosa para a curva de aprendizado do usuário. Em um mundo tão conectado quanto o atual, fica fácil criar redes de estudantes que aprendem juntos
  • Diversão: a diversão não poderia faltar. O grande diferencial do edutainment em relação à educação tradicional é que, em vez da chatice e da sensação de obrigação, o aluno experimenta o bem-estar durante o processo educacional, pois está se divertindo enquanto aprende.
edutainment principais vantagens
O edutainment pode ajudar pessoas que trabalham a continuar estudando

Principais vantagens do Edutainment

A humanidade nunca teve tantas opções de entretenimento para passar o tempo. Só no celular há centenas: vídeos divertidos, jogos, música, livros, podcasts, redes sociais e outros.

Está cansado depois de um dia puxado no trabalho? Nada como se atirar no sofá e começar uma maratona de séries no Netflix, não é mesmo?

Com tantas distrações, dois fenômenos têm se tornado comuns.

O primeiro é que as pessoas têm a falsa impressão de possuírem menos tempo – quando na realidade apenas se desacostumaram com o ócio, preenchendo cada momento com uma consulta ao celular ou outra atividade qualquer.

O segundo é que realizar tarefas que exigem foco por um período maior de tempo, sem distrações, é cada vez mais difícil para as pessoas.

O que se deve em grande parte à enorme quantidade de estímulos que as cerca nesse mundo digital.

Com essa “epidemia” de ansiedade e déficit de atenção, parece que a educação se tornou mais difícil.

Afinal, para aprender algo novo, é preciso de atenção, interesse e concentração.

A principal vantagem do edutainment, portanto, é que essa abordagem ajuda a reverter o quadro, recuperando o interesse das pessoas por conteúdos educativos.

Além disso, se adotado nas escolas (entenda no tópico a seguir), o edutainment contribui para a redução da evasão escolar.

Aliás, é sobre as contribuições dessa abordagem no meio educacional que vamos falar agora.

edutainment como pode contribuir para educação
A nova geração que está chegando traz novas demandas que as aulas tradicionais não atendem

Como o Edutainment pode contribuir para a educação?

Se pensarmos em como era o mundo 100 anos atrás, vamos concluir que quase todos os aspectos do dia a dia das pessoas mudaram radicalmente.

Incrivelmente, a sala de aula é um dos poucos que não sofreram alterações tão significativas assim.

Boa parte das escolas e instituições de ensino ainda adota o modelo de aulas expositivas, no qual o professor passa o conteúdo e o aluno anota, presta atenção, faz perguntas para tirar suas dúvidas, leva tarefas para casa e responde a provas para avaliação.

Não é que esse modelo seja ruim.

O problema é que se perde a chance de adotar outras abordagens que trazem grandes contribuições para o engajamento dos alunos, a retenção do conteúdo e a aplicação do conhecimento em atividades práticas.

Especialmente no Brasil, outro obstáculo é a resistência de boa parte dos professores e das instituições de ensino tradicionais.

No fundo, essa resistência tem relação com o medo de perder o protagonismo nos processos educacionais.

Afinal, perdem espaço para modelos colaborativos e soluções desenvolvidas pelas edtechs, empresas privadas muito diferentes das escolas e universidades.

O edutainment tem muito a contribuir para a educação, por todas as vantagens que destacamos até aqui. Inclusive para a educação formal das instituições de ensino.

Para aproveitar essa contribuição, porém entender que é preciso entender que o edutainment vem para agregar, e não para substituir ninguém.

O ideal não é esquecer o modelo tradicional que vem sendo usado há tanto tempo, mas sim adotar uma abordagem híbrida.

Ou seja, que incorpore atividades lúdicas e divertidas sempre que possível nos processos de ensino.

edutainment exemplos de aplicação
Há trabalhos bastante populares que podem ser encaixados como edutainment

Exemplos de aplicação do Edutainment

Ao chegar até aqui, já leu bastante teoria sobre o conceito de edutainment.

Para compreender melhor como é possível unir educação e entretenimento, nada como conhecer alguns exemplos, certo?

Então, confira abaixo alguns produtos, serviços e produções audiovisuais de edutainment que se tornaram conhecidas no Brasil ou no mundo.

É possível que você já tenha usado ou assistindo alguns.

Vila Sésamo

Esse é o nome da adaptação brasileira do clássico Sesame Street, um dos melhores exemplos de edutainment até hoje.

Era um programa de televisão americano que estreou em 1969 e misturava fantoches e animação para educar as crianças.

Pense Bem

Era um brinquedo produzido pela Tectoy que imitava um computador, sendo muito popular na década de 1990.

Seu sistema tinha vários jogos e ele vinha com um livro de perguntas com temas escolares para o usuário responder.

Castelo Rá-Tim-Bum

Foi uma série de televisão brasileira, infantil e educativa, produzida e exibida pela TV Cultura nos anos 1990.

É até hoje considerada uma das melhores produções audiovisuais da história da televisão brasileira.

O Mundo de Beakman

Outro clássico dos anos 90, foi um programa de televisão americano em que os telespectadores mandavam cartas com perguntas.

Para responder, os personagens do programa (o cenário era um laboratório e o protagonista um professor) faziam divertidos experimentos científicos.

Khan Academy

Avançando para os anos atuais, temos essa organização sem fins lucrativos que desenvolve uma plataforma com cursos online gratuitos sobre matemática, saúde, economia, química, biologia e programação.

O diferencial é a maneira lúdica e os elementos de gamificação que tornam tudo muito divertido.

Crash Course

Existem vários canais no Youtube que se propõem a utilizar os conceitos do edutainment na sua produção de conteúdo.

Um deles é o Crash Course, em que temas diversos são apresentados de forma leve, divertida e descomplicada.

Endless Numbers

É claro que não faltam aplicativos para dispositivos móveis que são feitos para educar e divertir ao mesmo tempo.

Vários deles são propostos para crianças de diversas idades.

O Endless Numbers é uma excelente opção para chamar a atenção dos pequenos que estão conhecendo os números e aprendendo a fazer contas.

edutainment como aplicar
Não é só na escola que o edutainment pode ser aplicado; empresas podem fazer o mesmo

Como aplicar o Edutainment?

O primeiro passo para aplicar o edutainment é se informar sobre as possibilidades que existem hoje.

Há muitos outros exemplos além dos que citamos no tópico acima, de modo que não é complicado encontrar uma solução que se encaixa bem no contexto que você precisa.

A aplicação mais óbvia é nas escolas, mas você sabia que o ambiente corporativo também é um terreno fértil para o edutainment?

Se você é um administrador, gestor, líder ou profissional de recursos humanos, comece a pensar em alternativas de capacitar os colaboradores da sua empresa com os princípios do entretenimento.

É esperado que note um aprendizado muito mais rápido e com melhores resultados.

Conclusão

Não importa quantas revoluções industriais ainda apareçam, uma coisa dificilmente vai mudar: a importância da sede pelo conhecimento.

Tanto pela perspectiva coletiva, de buscar o desenvolvimento para toda a sociedade humana, quanto individual, na luta por melhores condições de vida para si.

Aquele que gosta de acumular conhecimento e aprende rápido tem uma vantagem competitiva inegável no mercado de trabalho.

Não é difícil entender.

Com o avanço da tecnologia, as habilidades valorizadas pelas empresas se modificam e exigem graus cada vez maiores de especialidade, de modo que o aprendizado contínuo é necessário.

Em um mundo com tantas distrações, a melhor maneira de seguir aprendendo cada vez mais é com o edutainment, que nos permite encarar essa missão com prazer em vez de pesar.

E você, o que achou do conceito de edutainment? Deixe um comentário abaixo com sua opinião.

2 Comments

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *