Share, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

Team Building: o que é, por que fazer e como funciona?

Rate this post

Se a equipe está desmotivada, em constante conflito ou apatia, é hora de recorrer ao team building.

Através de um conjunto de atividades, essa metodologia favorece a colaboração e integração entre colegas, elevando a produtividade.

Também contribui para melhorar o clima organizacional, diminuir atritos e potencializar os talentos dos colaboradores.

Assim, todos caminham na mesma direção, cientes de que seu trabalho é importante para o sucesso da empresa, como um todo.

Quer saber mais sobre o universo do team building, construção e gestão de equipes de alta performance?

Então, continue lendo este artigo.

Veja os tópicos que preparamos para você nesta leitura:

  • O que é team building?
    • O que é proposta de team building?
    • O que é metodologia team building?
  • Por que fazer team building?
  • Vantagens do team building
  • O que fazer para unir um grupo de trabalho?
  • Como resolver conflitos dentro de uma equipe?
  • Como produzir mais com minha equipe?
  • Como fazer um team building?
  • Exemplos de team building.

Se o assunto interessa, acompanhe até o final!

O que é team building?

O que é team building?
O que é team building?

Team building é uma expressão que pode ser traduzida como formação ou consolidação de equipe.

Podemos dizer que ela se refere a uma série de atividades utilizadas para criar e fortalecer as relações entre pessoas de um mesmo grupo, ou, no contexto corporativo, de uma mesma equipe ou departamento.

O team building vem ganhando espaço nos últimos anos entre as técnicas empregadas por gestores, empreendedores e profissionais de Recursos Humanos.

Isso porque ele tem o poder de aproximar os colaboradores, reforçando laços verdadeiros que impulsionam a solução de problemas e desafios no trabalho.

Veja, por exemplo, o que diz Joseane Lima de Moura em dissertação na Universidade Autónoma de Lisboa:

A performance do Team Building tem como características principais o aspecto lúdico, desafiante e de ambientação outdoor, resultando numa proposta de efeito inusitado e inovador para os participantes

Nesse contexto, a consolidação de equipes tem como atividades principais as dinâmicas, jogos, perguntas e até esportes.

O que é proposta de team building?

A proposta de team building é a razão por trás dessas atividades.

Em um primeiro momento, esses eventos ou tarefas podem parecer sem propósito ou superficiais, especialmente porque oferecem momentos de lazer.

Mas não se engane.

Quando bem planejada, a consolidação de equipes tem objetivos claros, possibilitando a identificação de forças e fraquezas, tanto de indivíduos quanto dos times.

Uma dinâmica de grupo, por exemplo, pode evidenciar amizades, problemas em relacionamentos e comportamentos que dificilmente seriam observados no dia a dia.

Ainda, revelar os talentos de times inusitados, com funcionários provenientes de departamentos distintos.

De qualquer forma, é essencial definir metas claras para o sucesso de cada ação de team building.

O que é metodologia team building?

No início deste artigo, indicamos o team building para equipes desarticuladas ou que precisem renovar a motivação dos funcionários.

Contudo, lideranças e empresas podem adotar essa metodologia de modo integral, como uma ferramenta de gestão de pessoas.

Para tanto, vale traçar um planejamento que inclua atividades de team building no calendário de seu departamento ou equipe, tornando-as uma rotina dentro da companhia.

Através de uma estratégia ampla, será possível, inclusive, testar vários tipos de ações e escolher quais são mais eficazes em determinado momento.

Desse modo, a metodologia team building vai fornecer suporte constante para gestores e o time de RH, por meio da captação de informações e comparações para verificar, por exemplo, se um conflito foi solucionado.

Por que fazer team building?

Por que fazer team building?
Por que fazer team building?

Atualmente, conceitos como a diversidade vêm se popularizando, não apenas entre as grandes empresas, como também entre pequenas e médias empresas.

Compor equipes diversas agrega vários benefícios para as organizações, pois, ao se relacionar com pessoas de origens, culturas e visões de mundo diferentes, os colaboradores se tornam mais tolerantes e flexíveis.

Essa receita forma um ambiente propício para a criatividade, ingrediente principal da inovação, aumentando a lucratividade e as oportunidades de negócios.

Porém, a diversidade pode dificultar a integração entre os times, uma vez que terão poucas coisas em comum.

Seus diferentes perfis comportamentais tendem a gerar conflitos, deixando o clima organizacional pesado.

Daí a importância de promover a união e o espírito de equipe, que tem no team building uma ferramenta poderosa.

Ao conhecer melhor seus colegas, fica mais fácil que os empregados se identifiquem uns com os outros e construam alianças em prol de um objetivo comum.

Vantagens do team building

Vantagens do team building
Vantagens do team building

Líderes, colaboradores e empresas têm muito a ganhar aplicando o team building.

A seguir, listamos as principais vantagens de investir nessas atividades.

  • Eleva a motivação dos funcionários, mostrando que seu trabalho faz a diferença para a companhia
  • Reforça a valorização dos empregados, deixando claro que são o principal recurso para o sucesso da empresa
  • Melhora o clima organizacional
  • Estimula a criatividade e inovação
  • Diminui os atritos
  • Evidencia talentos ocultos, como aptidão para a liderança
  • Estimula a formação de laços baseados na confiança e lealdade
  • Promove a cooperação e ajuda mútua
  • Auxilia no desenvolvimento da empatia entre os colaboradores, que precisam se colocar no lugar dos colegas para vencer as dinâmicas
  • Prepara os times para superar desafios reais de forma colaborativa
  • Dá informações e suporte para a mediação de conflitos.

O que fazer para unir um grupo de trabalho?

O que fazer para unir um grupo de trabalho?
O que fazer para unir um grupo de trabalho?

Esta pergunta não tem uma resposta única ou simples, pois cada time possui pessoas com características, experiências e personalidades diferentes.

Então, a primeira dica é conhecer os membros do grupo, utilizando mecanismos como os testes comportamentais, que ajudam a identificar perfis.

Existem, ainda, estratégias de consolidação como a pirâmide criada por Patrick Lencioni, autor do livro “Os 5 desafios de uma equipe“.

Na obra, Lencioni aborda os aspectos fundamentais para que um time trabalhe com eficiência – que citamos abaixo, começando pela base da pirâmide.

1. Relações de confiança

Este é o primeiro passo para formar um time realmente cooperativo e engajado.

Muitas vezes, é difícil desenvolver a confiança junto a colegas que só se veem no trabalho, em um contexto mais formal e objetivo.

É aí que entra o team building, levando as pessoas para locais mais descontraídos, nos quais não se sentem pressionadas ou avaliadas e podem conversar com tranquilidade.

Assim, “quebram o gelo” e começam a se entrosar, abrindo espaço para relações de confiança.

2. Administração de conflitos

Uma vez que a confiança esteja estabelecida, haverá menos conflitos entre a equipe, pois cada um vai tentar compreender o ponto de vista dos colegas.

Mas, mesmo que haja discordância, o time terá a capacidade de conversar e escolher o melhor caminho, colocando os interesses coletivos acima dos individuais.

3. Comprometimento com os projetos

Os componentes de um time integrado assumem compromisso com o projeto, entendendo que exercem um papel fundamental rumo ao sucesso.

4. Responsabilidade pelos resultados

Embora tenham sua individualidade, os membros de uma equipe alinhada sabem que, seja qual for o resultado, ele é fruto das ações de todos.

Por isso, tomam para si parte da responsabilidade, auxiliando os colegas sempre que necessário.

5. Resultados coletivos

Reforçando a confiança – primeiro nível da pirâmide -, fica mais provável chegar ao topo, atingindo os resultados esperados.

Repare que cada nível aumenta a colaboração e o espírito de equipe, culminando em uma vitória ou aprendizado coletivo.

Assim, podemos dizer que a base para unir um grupo de trabalho é a promoção da confiança.

Como resolver conflitos dentro de uma equipe?

Como resolver conflitos dentro de uma equipe?
Como resolver conflitos dentro de uma equipe?

Muita gente enxerga os conflitos como algo somente negativo, porém, eles são importantes para que cada integrante do time se comprometa com os resultados.

Afinal, ninguém assume a responsabilidade de um projeto para o qual não contribuiu, ou que não o representa, concorda?

Então, o segredo para que a equipe funcione de modo satisfatório não é restringir o conflito, e, sim, criar um ambiente harmônico, no qual todos continuem se relacionando normalmente, mesmo após uma discussão.

Para tanto, vale cultivar o respeito e a manifestação das opiniões de forma branda.

Então, os conflitos terão uma função clara: a de manifestar diferentes pontos de vista e definir os mais apropriados para o grupo.

Nesse cenário, o líder vai precisar interferir poucas vezes, mesmo diante de embates dentro do grupo.

Nas ocasiões em que for necessário mediar um conflito, ele deve lançar mão da empatia e comunicação eficaz para acalmar os ânimos e mostrar as razões por trás das divergências.

Como produzir mais com minha equipe?

Como produzir mais com minha equipe?
Como produzir mais com minha equipe?

Uma equipe bem ajustada eleva a produtividade, pois seus membros se comprometem com os resultados.

Mas esse time também pede uma gestão ágil para produzir mais, eliminando, por exemplo, tarefas sem sentido ou utilidade, que não sejam urgentes nem importantes.

O mesmo raciocínio vale para atividades puramente operacionais, que podem ser realizadas com o suporte da tecnologia.

É o caso do arquivamento e organização de papéis, que pode ser feito de maneira automatizada, economizando tempo e dinheiro da empresa.

Outra boa ideia é implementar ferramentas que organizem o fluxo de tarefas, a exemplo do Kanban – um quadro ou mural que permite a visualização das atividades e seu status no momento.

Assim, todos ficam por dentro das prioridades e mantêm o controle sobre prazos de cada etapa do projeto.

Como fazer um team building?

Como fazer um team building?
Como fazer um team building?

Ao chegar até aqui, você deve estar pensando em organizar seu próprio team building.

Mas, antes de marcar um passeio ou propor um jogo para o time, é fundamental fazer uma avaliação e identificar as necessidades dele.

Comece, então, respondendo algumas questões:

  • O desempenho da equipe é satisfatório?
  • Existe comprometimento de todos com relação aos projetos?
  • O clima organizacional é leve ou pesado?
  • O time tem conseguido trabalhar sob pressão?
  • Há conflitos frequentes e práticas prejudiciais, como o bullying?

Essas perguntas vão ajudar na hora de determinar o objetivo do team building e de escolher as atividades.

Ao optar por jogos, gincanas e outras tarefas lúdicas, mantenha o objetivo em mente para que não se convertam em simples brincadeiras ou passeios.

Claro que um clima mais divertido é bastante útil para que as pessoas interajam, entretanto, lembre a equipe de que se reuniram para uma finalidade específica.

1. Peça a opinião da equipe

Antes de selecionar a atividade e o local, que tal fazer uma pesquisa rápida para saber de quais opções a equipe gosta mais?

Afinal, todos precisam se sentir à vontade para que participem de modo ativo do team building, se abram e criem relações de confiança.

Como líder do grupo, você também estará sinalizando que a opinião de cada pessoa conta, que não está tomando decisões sozinho.

Assim, o time será incentivado a se expressar sempre que achar necessário, além de estreitar laços com a liderança.

2. Foque em atividades inovadoras

Se a intenção é aumentar a criatividade, dê prioridade às atividades diferentes daquilo que a equipe faz no dia a dia.

Tire os colaboradores que trabalham dentro de um escritório da frente do computador e proponha ações em que eles se movimentem, em vez de exercitar só o cérebro.

Caso sua equipe seja de esportistas, a dica é fazer o caminho oposto, estimulando a mente desses profissionais com charadas e perguntas.

O importante é aproveitar a consolidação de equipes para experimentar novos ambientes, condições e tarefas.

3. Comunique as metas

Apesar de ser bem aceito entre a maioria dos funcionários, o team building pode ser visto como algo sem importância por indivíduos mais sérios ou que não desejem se envolver com os colegas de trabalho.

Evitar esse pensamento é importante para o sucesso das ações de integração, portanto, comunique os colaboradores sobre as metas do encontro.

Deixe claro, através de reuniões, e-mails, cartazes e outros canais, que sua intenção é melhorar a performance individual e do grupo.

4. Escolha um local adequado

O team building se popularizou com atividades realizadas ao ar livre, pois a ideia é levar o grupo para um ambiente menos formal ou agressivo.

Há companhias que organizam trilhas, excursões e até pequenas viagens para provocar reflexões e aproximar os integrantes da equipe.

No entanto, não é preciso ir tão longe.

Na maioria das vezes, um parque ou mesmo uma praça na região da companhia já servem ao propósito das ações.

5. Team building corporativo

Dependendo da urgência, tempo e recursos disponíveis, vale realizar o team building dentro da própria empresa.

Nesse caso, você pode modificar uma sala ou auditório para que acomode os grupos de forma adequada, tornando o espaço receptivo a um café da manhã, por exemplo.

O team building em ambiente corporativo é eficiente, em especial, quanto existe uma adesão à metodologia, empregando atividades inusitadas com certa frequência.

Se bem organizado, pode ser tão agradável quanto as atividades feitas em ambientes externos, proporcionando momentos de parceria e fortalecendo as alianças entre os membros do time.

6. Roteiro de team building

Uma vez que tiver definido atividade, grupo e local, não se esqueça de traçar um roteiro, planejando as fases do team building.

Anote, em uma planilha, software ou agenda, como vai funcionar a atividade, do início ao fim, para evitar a perda do foco e o desperdício de tempo.

Se possível, insira o período das atividades na jornada de trabalho para facilitar que todos estejam presentes e cheguem no horário.

Você pode organizar o roteiro do team building como qualquer evento, especificando início, pausas e encerramento.

Veja um exemplo simples:

  • Atividade de Team Building (especifique qual será)
  • Data: 18/05/2020
  • Horário de início: 10h
  • Primeira etapa: 10h15min
  • Segunda etapa: 10h30min
  • Conclusão e feedback: 10h45min
  • Encerramento: 11h15min.

Exemplos de team building

Exemplos de team building
Exemplos de team building

Precisa de inspiração?

Neste tópico, trazemos exemplos de atividades para utilizar no seu team building.

Acompanhe!

Duas verdades e uma mentira

O intuito do jogo é melhorar a comunicação entre a equipe, despertando a curiosidade quanto aos colegas.

Primeiro, cada participante pega papel e caneta para anotar duas verdades e uma mentira sobre si mesmo, sem mostrar para os colegas.

Em seguida, todos podem ler o papel e questionar uns aos outros sobre as anotações, com o objetivo de descobrir o que é verdadeiro e o que é falso.

Ao serem questionados, devem tentar convencer os demais de que sua mentira é uma verdade.

Depois de 15 minutos de conversa, todos formam um círculo para que cada um repita suas afirmações e os outros tentem adivinhar qual é a mentira.

Caça ao tesouro

A ideia deste jogo é valorizar competências necessárias para um bom trabalho, a exemplo de estratégia, motivação e superação, além do espírito de equipe.

Para começar, os participantes são divididos em dois ou mais grupos que terão um tempo determinado para encontrar pistas, decifrar enigmas e encontrar o tesouro.

Para deixar a atividade mais divertida, vale usar chaves, baús, bússola, relógio e outros acessórios.

Trilha com olhos vendados

Esta atividade tem como objetivo mostrar a importância da confiança, liderança e colaboração para que o time alcance o resultado desejado.

A dinâmica é simples.

Todos elegem um líder (que pode ser, inclusive, o próprio gestor da equipe), que será o único a ficar sem venda nos olhos.

Depois, formam uma fila atrás dele, colocando a mão no ombro do colega à frente, pois estarão vendados.

O líder terá como desafio percorrer um caminho, orientando a equipe para que não esbarre em obstáculos, mas sem dizer nada.

Ele só poderá andar para conduzir os liderados.

Conclusão

Conhecemos, neste artigo, boas práticas e a relevância do team building para a construção de equipes integradas.

Essa metodologia ajuda a desenvolver o ambiente de confiança necessário para que os times se fortaleçam e alcancem bons resultados.

Aproveite nossos exemplos acima e comece a aplicar o team building hoje mesmo!

Navegue pelo blog da FIA e confira outros conteúdos relevantes para a gestão de pessoas e empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *