Share, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

Diretor de TI: O que é e quais as funções do CIO em TI?

Diretor de TI: O que é e quais as funções do CIO em TI?

Você almeja se tornar um diretor de TI?

Se perguntarmos para os profissionais de TI que estão no início da carreira quais são as suas principais ambições, certamente, muitos dirão que é chegar a esse cargo.

Realmente, a função também chamada de CIO causa brilha aos olhos.

Afinal, alcançar o topo na área de Tecnologia da Informação é um sinal de reconhecimento pela experiência, competência e qualidade de atuação.

Sem contar que, nos dias atuais, o diretor de TI tem um papel muito mais expressivo e determinante nas organizações.

Ele não é só o profissional que “sabe tudo de computador”.

O desempenho do diretor de TI está diretamente ligado à saúde financeira da empresa e à sustentação das operações como um todo.

Ou seja, responsabilidades não faltam, concorda?

Se você quer entender mais sobre a profissão e acompanhar outras questões relacionadas ao mercado e o futuro da TI, não deixe de seguir as próximas linhas.

Neste artigo, vamos falar sobre os seguintes tópicos:

  • O que é Diretor de TI ou CIO em TI?
    • O que significa a sigla CIO?
  • Qual a importância do CIO nas empresas?
  • Quais as funções de um diretor de TI
  • Qual o perfil ideal de um diretor de TI?
  • Quanto ganha um diretor de TI ou CIO?
  • Outras funções e cargos em TI
    • Analista de TI
    • Superintendente de TI
    • Gerente técnico TI
    • Diretor de operações de TI
    • Operador de TI
    • Full Stack
  • Como está o panorama do mercado de TI?
  • Qual o futuro da área de diretoria em TI?

Boa leitura!

diretor de TI o que é CIO
Um Diretor de TI tem atribuições fundamentais para o sucesso de uma empresa

O que é Diretor de TI ou CIO em TI?

O diretor de TI ou CIO é o responsável pela área de Tecnologia da Informação de uma empresa.

O título de executivo atribuído a ele lhe confere a responsabilidade por todas as atividades que tenham relação com as soluções e recursos de computação.

E, claro, com o desempenho da equipe subordinada.

É ele, portanto, quem comanda e responde pelo funcionamento dos sistemas de uma organização.

Na hierarquia organizacional, o Diretor de TI ou CIO possui o cargo mais alto do setor.

Normalmente, esse profissional se reporta imediatamente ao diretor-executivo ou ao diretor de operações.

O que significa a sigla CIO?

CIO é o acrônimo para Chief Information Officer que, em português, significa Diretor de Informação.

Essa nomenclatura é muito utilizada por empresas multinacionais, como forma de padronizar os cargos e atribuições dos executivos.

diretor de TI qual importância CIO nas empresas
O CIO cria a ponte entre sua equipe e seus planos digitais e a direção

Qual a importância do CIO nas empresas?

Na Era da Informação, o CIO torna-se imprescindível para as organizações.

Afinal, cada vez mais, as operações são digitais, com o uso de sistemas, redes de compartilhamento e armazenamento de dados em nuvem.

A atuação do CIO é, majoritariamente, estratégica.

A não ser que haja uma necessidade extrema e pontual, dificilmente, o Diretor de Informação vai se sentar à frente do computador para desenvolver uma plataforma tecnológica ou corrigir um bug no sistema.

O papel do CIO é formar uma ponte entre o corpo executivo e a equipe que trabalha com Tecnologia da Informação.

Dessa forma, ele consegue transformar as atividades da área em táticas, sempre alinhadas aos objetivos de negócio da organização.

Imagine que um dos propósitos da companhia seja reduzir custos com a logística de entrega de produtos.

O CIO, conectado às discussões e decisões da diretoria, sugere, então, implantar um sistema que integre as requisições de compras aos centros de distribuição, com uma inteligência que permite ainda a otimização dos trajetos.

Assim, a transportadora, em vez de fazer várias entregas em uma mesma região, é capaz de organizar e gerenciar melhor as demandas.

Dessa forma, com uma alternativa tecnológica de gestão da informação, é possível atender às ambições corporativas.

A presença do CIO nas deliberações executivas é fundamental nesses casos.

O profissional, por sua vasta experiência e conhecimento sobre as tendências, é quem pode opinar sobre as ferramentas existentes no mercado, que sejam compatíveis ao cenário da organização em que atua.

Também dele se espera a capacidade de enxergar possibilidades que os outros membros da diretoria, muitas vezes, não conseguem.

diretor de TI quais as funções
O Diretor de TI não pensa só em sistemas e estrutura mas também em gestão

Quais as funções de um Diretor de TI?

A atuação do diretor de TI foi brevemente referida durante os tópicos anteriores.

Você já sabe, então, que o CIO se comporta de forma muito mais estratégica do que operacional.

Mas talvez esteja pensando que essa abordagem é muito subjetiva e sente falta de um documento que ateste as atribuições desse profissional.

Você tem razão, de fato.

Embora o papel de intermediário seja indispensável e motivo de destaque, o diretor de TI assume, sim, outras funções.

Toda a administração dos recursos voltados a soluções de TI, por exemplo, é uma de suas responsabilidades.

Isso envolve não só a gestão financeira, como também a contratação de consultorias e empresas especializadas, e ainda a estrutura da área, desde a compra de equipamentos e softwares até a organização da equipe.

O CIO deve garantir que todos os projetos sejam entregues conforme combinado, dentro dos prazos estipulados.

Além disso, precisa manter o bom funcionamento dos processos já existentes, que estão em andamento.

diretor de TI qual perfil ideal de um
É importante que o Diretor de TI não só tenha o conhecimento técnico mas também a capacidade de gerir e liderar

Qual o perfil ideal de um diretor de TI?

Engana-se quem acredita que um excelente diretor de TI é aquele que usa uma infinidade de termos técnicos para argumentar suas decisões e, assim, causar a impressão de que conhece tudo sobre o assunto apresentado.

Pelo contrário.

Talvez, nas décadas passadas, esse perfil até que se dava bem nas organizações. Afinal, por falta de compreensão, ninguém se arriscava em confrontá-lo.

Mas, com o avanço da tecnologia e da digitalização dos ambientes, as pessoas estão mais envolvidas com o valor da informação e, dessa forma, se preocupam mais em entender do tema.

Sem contar que, como usuários, também ampliamos o nosso conhecimento – e as fontes para obtê-lo.

Hoje, o diretor de TI atual precisa transformar o vocabulário técnico na linguagem do negócio.

É importante que todos estejam a par das funcionalidades permitidas pelas ferramentas e dos gargalos que podem ser corrigidos.

Assim, as iniciativas de tecnologia da informação podem ter seu potencial máximo explorado.

Vale acrescentar ainda que os stakeholders, sobretudo acionistas, cobram frequentemente a otimização dos recursos.

O CIO, além de alocar corretamente os investimentos, precisa justificar as suas decisões e, quase sempre, comprovar o retorno do dinheiro aplicado.

Outra característica do diretor de TI requisitada hoje em dia é o dinamismo.

Aqueles projetos longos, que demoravam anos para serem implantados, já não se encaixam mais na realidade.

O mercado é muito volátil e exige agilidade.

O CIO precisa acompanhar essa tendência e gerenciar as atividades da área para que sejam rápidas e qualificadas.

diretor de TI quanto ganha um CIO
O campo de TI é bastante valorizado e a remuneração de um Diretor de TI mostra isso

Quanto ganha um diretor de TI ou CIO?

A remuneração de um diretor de TI varia bastante, conforme a empresa na qual ele atua, considerando o porte e o segmento onde ela está inserida.

Mas uma pesquisa salarial realizada pela consultoria Robert Walter em 2018 aponta que o CIO com mais de 12 anos de experiência recebe cerca de R$ 720.000,00 por ano. Ou seja, aproximadamente R$ 60.000,00 por mês.

Se comparado ao ano anterior da pesquisa, é possível notar que o salário desses profissionais sofreu um aumento. Afinal, em 2017, o valor anual chegava a R$ 695.000,00.

O que se sabe é que a carreira é umas das mais promissoras e é possível encontrar oportunidades com altos salários.

diretor de TI outras funções cargos
O setor de TI em uma empresa de médio e grande porte têm muitos profissionais e hierarquias

Outras funções e cargos em TI

O diretor de TI exerce um trabalho tático e, portanto, decisivo para os negócios.

No entanto, para que ele consiga contribuir com resultados e atender às expectativas da organização, deve contar com profissionais mais técnicos em sua equipe.

Muitos deles com o perfil mão-na-massa. Outros, com capacidades gerenciais mais presentes.

Confira a seguir os principais cargos – e suas respectivas atribuições – que compõem a área de Tecnologia da Informação nas empresas.

Superintendente de TI

A superintendência é uma espécie de repartição administrativa. Em muitas organizações, o cargo de superintendente de TI é equivalente ao de CIO.

Isso porque, além de suas obrigações como superior da equipe de Tecnologia da Informação e com a gestão dos recursos do setor, esse profissional transita entre o corpo executivo.

E, embora seja primordial que o superintendente de TI conheça o mercado e saiba opinar e instruir quando necessário, ele tem um papel muito mais administrativo nas empresas.

Gerente técnico de TI

O gerente técnico de TI é o profissional que gerencia as atividades do setor.

Embora seja comum associarmos a ocupação gerencial à gestão de recursos humanos, o gerente técnico de TI não exerce esse papel. Bom, quase sempre não. As exceções fogem à regra.

A atuação dele é, preponderantemente, voltada a metodologias e ferramentas.

O gerente técnico de TI cuida, principalmente, dos projetos. Desde o planejamento até a entrega.

Ou seja, além de esquematizar o que será implantado, ele acompanha todos os estágios, para garantir que o plano seja cumprido, e que as tecnologias, quando postas em operação, trabalhem conforme o esperado.

Diretor de operações de TI

Enquanto o gerente técnico de TI segue de perto a execução de um projeto, o diretor de operações de TI se preocupa em validar se tudo está correndo bem, de maneira eficaz e eficiente.

Esse profissional tem um olhar mais panorâmico de toda a operação.

Ele é quem legitima as entregas dos serviços e analisa se o que está em exercício caminha lado a lado com as diretrizes e objetivos organizacionais.

O diretor de operações de TI realiza, dentre outras atividades, o desenvolvimento de relatórios, com o intuito de apresentar os recursos financeiros utilizados, as horas gastas, a quantidade de funcionários e terceiros envolvidos, entre outros aspectos.

O papel desse profissional é detectar falhas e otimizar os processos.

Tudo para garantir o bom funcionamento dos ativos de Tecnologia da Informação.

Operador de TI

O operador de TI, assim como o nome sugere, tem uma função mais operacional dentro da área de Tecnologia da Informação.

Esse profissional atua em parceria com o analista de TI, provendo suporte necessário às demandas mais simples, mas que exigem tempo e dedicação, como abertura de chamados, checklist de equipamentos e atendimentos emergenciais.

Analista de TI

É comum o mercado de trabalho requisitar analistas para setores distintos.

No caso da Tecnologia da Informação, normalmente, os analistas são contratados para prestar suporte.

O analista de TI é responsável pela infraestrutura. Ou seja, é ele quem garante que toda a troca de informações ocorra perfeitamente e, claro, com a máxima performance.

Além de estar apto a instalar softwares e hardwares, é ele também quem preza pela manutenção de toda a tecnologia disponível.

E, se algo fugir do controle e precisar de correção, o analista de TI precisa ter domínio técnico para resolver.

Também é necessário possuir a habilidade da comunicação, uma vez que esse especialista é frequentemente contatado por outros profissionais da empresa, por meio do Help Desk.

Full Stack

Também conhecido como desenvolvedor ou programador, o profissional Full Stack é capaz de participar de várias partes de um projeto de TI, principalmente do desenvolvimento e programação do back-end e do front-end.

Daí vem o termo “Full”, de completo.

O complemento “stack”, por sua vez, tem relação com “monte”. Isso quer dizer que é preciso dominar e utilizar diversas tecnologias em conjunto.

Para o back-end, por exemplo, linguagens como Java e PHP. E, em front-end: HTML, CSS e JavaScript.

A atuação do Full Stack é voltada a projetos de softwares, principalmente de web. Esse profissional costuma ser requisitado para desenvolver sites e aplicativos mobile.

diretor de TI como esta panorama mercado
O mercado de TI só deve aumentar nos próximos anos e ganhar cada vez mais importância

Como está o panorama do mercado de TI?

Ao ler os tópicos anteriores, você chega a este ponto do texto sem dúvidas de que o mercado está aquecido, certo?

Afinal, não é segredo nenhum que o mundo vem mudando e as pessoas e empresas estão se adaptando às novas tecnologias.

Mas há também números, como os revelados pela consultoria IDC Brasil, que prevê crescimento de 10,5% no setor em 2019.

É importante frisar que, nessa era de transformação digital, tudo é muito volátil.

As mudanças são velozes, e acompanhar o ritmo acelerado tem sido desafiador para profissionais das mais diversas áreas.

Para os especialistas em Tecnologia da Informação, então, nem se fala.

Isso porque, embora novas tecnologias demorem um pouco mais a surgir, as que existem estão em constante renovação.

Algumas plataformas e ferramentas se atualizam todas as semanas e agregam novas funcionalidades, enquanto muitas outras são desativadas.

Cabe ao profissional de TI ficar de olho nessas alterações e, mais do que isso, descobrir como elas podem interferir no negócio da empresa em que atuam.

Além de áreas mais tradicionais da Tecnologia da Informação, como Infraestrutura, outras mais recentes estão em alta, como Segurança da Informação, Banco de Dados, Programação de Sistemas e Cloud Computing.

diretor de TI qual futuro área diretoria
O mercado de TI é bastante volátil e por isso o profissional precisa se manter atualizado

Qual o futuro da área de diretoria em TI?

Muitas organizações ainda estão se reestruturando para se adaptar ao b.

E as que ainda não contavam com o diretor de TI estão, aos poucos, procurando profissionais para assumir essa função.

Nesse sentido, é bastante provável que as oportunidades continuem crescendo nos próximos anos, junto com a importância da TI.

Outro fator que impulsiona essa visão é a entrada de novas tecnologias no mercado, que ainda precisam de amadurecimento e carecem de profissionais qualificados e especializados para operá-las.

O diretor de TI do futuro deve acompanhar as tendências e dominar os pilares de inovação.

A inteligência artificial, por exemplo, é algo que vem com tudo.

As máquinas já têm o poder de substituir diversas atividades humanas, e a perspectiva é de que essa realidade seja mais presente em breve.

Um relatório, divulgado pela Freelancer.com, revelou que a demanda por profissionais de inteligência artificial e machine learning cresceu no segundo trimestre de 2019.

Outra aposta para o futuro é em Big Data e Analytics.

Os dados utilizados têm aumentado exponencialmente. Nesse cenário, se faz necessária a gestão desse volume.

A análise desses dados e a transformação das informações em conhecimento é uma importante ferramenta de gestão estratégica.

Conclusão

Que a tecnologia faz parte do nosso dia a dia e que, cada vez mais, ela facilita nossas atividades, você já sabe.

Mas talvez não soubesse como trabalhar nessa área pode ser tão rentável e promissor.

Neste artigo, vimos que o diretor de TI precisa surfar a onda da informação e mostrar valor para as organizações em que atua, contribuindo com as decisões estratégicas do negócio.

Também conhecemos as áreas que estão em alta e as promessas para o futuro da diretoria em TI.

Ou seja, as tendências e inovações do mundo que prometem revolucionar ainda mais o modo como vivemos.

Para concluir este artigo, cabe falar da importância de atualização constante e do desenvolvimento de habilidades técnicas e comportamentais necessárias para o trabalho do diretor de TI.

Paralelamente às obrigações do cargo, o CIO também tem o dever de conhecer as tecnologias existentes e de ter jogo de cintura para lidar com ambientes disruptivos e desafiadores.

A melhor forma de garantir um bom desempenho e se destacar no mercado de trabalho é se desenvolvendo.

Por isso, quem pretende crescer na carreira de TI deve buscar conhecimento.

E não pense que quem alcança o cargo de diretor de TI para por aí e acha que está tudo bem.

Esses profissionais também precisam se aperfeiçoar.

Para isso, devem recorrer a cursos e especializações que, além de apoiarem a sua atuação, comprovem a sua capacidade.

Na Fundação Instituto de Administração (FIA), você encontra uma gama completa de cursos de graduação, pós, MBA e extensão.

Entre eles, destaque para o MBA Gestão da Tecnologia de Informação.

Visite o site para conhecer todas as opções e encontrar sua próxima formação.

Restou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe um comentário abaixo ou entre em contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *