Share, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

Universidades corporativas: guia definitivo

Universidade Corporativa
Rate this post

O que acha de a sua empresa ter a própria universidade corporativa?

Não, não é uma meta impossível.

Ao entender como funciona esse sistema de ensino, você consegue identificar uma forma de adaptá-lo ao seu formato de negócio.

E como veremos neste artigo, não faltam razões para isso.

Estamos falando sobre um modelo de ensino corporativo que surgiu da necessidade de qualificar os colaboradores de forma vinculada às estratégias de negócio, assim, alcançar melhores resultados para a organização.

Muitas são as empresas que acreditam que esse conhecimento especializado é capaz de determinar o sucesso de um negócio.

Para elas, o investimento no capital humano é parte imprescindível para o crescimento coletivo.

Gosta da proposta e quer aprender mais sobre ela?

Então, veja os principais tópicos que serão abordados ao longo deste artigo:

  • O que são as universidades corporativas?
  • Para que serve uma universidade corporativa?
  • Como funcionam as universidades corporativas?
  • Principais vantagens das universidades corporativas
  • Quais os objetivos principais das universidades corporativas?
  • Características principais das universidades corporativas
  • Principais diferenças: universidade tradicional x universidade corporativa
  • Como criar uma universidade corporativa?
  • Exemplos de sucesso em universidades corporativas.

Boa leitura!

Universidade Corporativa o que são
As universidades corporativas visam o aperfeiçoamento profissional dos colaboradores

O que são as Universidades Corporativas?

Universidades corporativas são sistemas de ensino cuja criação e desenvolvimento têm vinculação com uma empresa, seja ela pública ou privada.

Ou seja, mais do que uma entidade destinada ao ensino geral, essa é uma ferramenta estratégica do negócio e que atende aos seus objetivos.

Dessa forma, acaba sendo utilizada para o aperfeiçoamento profissional dos colaboradores, de modo que a sua evolução reverta em benefícios à própria empresa.

Pelas suas características, as universidades corporativas não podem ser confundidas com as instituições tradicionais, uma vez que são focadas nos objetivos de determinada empresa.

De acordo com uma das mais influentes consultoras de recursos humanos do mundo, Jeanne Meister, a universidade corporativa é “um guarda-chuva estratégico para o desenvolvimento e a educação de funcionários, clientes e fornecedores, com o objetivo de otimizar estratégias organizacionais”.

A partir dessa definição, é possível compreender que se trata de um local de aprendizado, sim, mas que ele se volta não apenas à ampliação do conhecimento, como também abrange uma determinada organização.

Entre as abordagens, está o desenvolvimento de competências necessárias para a realização de atividades profissionais relacionadas ao dia a dia da empresa, de modo que funcionários possam atuar com excelência e que darão sustentação para as competências estratégicas da organização.

Também podem ser objeto de estudo e aprendizagem questões relacionadas a um determinado segmento de mercado, aspectos da comercialização de produtos, da produção, entre outros.

Ou seja, estamos falando de um ensino que objetiva tornar a empresa mais competente e bem-sucedida.

Para que serve uma Universidade Corporativa?

A universidade corporativa serve para complementar e atualizar constantemente a formação profissional do indivíduo, relacionada às necessidades do negício.

Assim, esse tipo de instituição foca no colaborador e no seu crescimento dentro da empresa.

Por consequência, há a expectativa de que esse aprendizado retorne futuramente na forma de um melhor desempenho individual que impacte positivamente no coletivo – e nos resultados do negócio, claro.

Interessante observar o que diz a respeito Marisa Eboli, colunista no Estado de S. Paulo, professora na FIA (Fundação Instituto de Administração) e coordenadora do curso de Educação Corporativa da instituição.

Em seu livro “Desenvolvimento e alinhamento dos talentos humanos às estratégias empresariais: o surgimento das universidades corporativas”, Marisa Eboli destaca que não há conflitos entre os interesses de universidades corporativas e tradicionais.

Ao contrário disso, ela defende que as mais bem-sucedidas experiências de universidade corporativa têm em comum o fato de ter sido firmadas parcerias com alguma universidade tradicional. E esta instituição tem competência para agregar valor aos programas corporativos.

“Contribuindo assim para que as empresas realizem com mais competência e resultado o processo de gestão dos conhecimentos considerados críticos para o sucesso do negócio”, afirma ela.

Dessa maneira, podemos concluir que essa alternativa de ensino busca atender às necessidades da empresa na formação do indivíduo como cidadão crítico.

O que se espera de uma universidade corporativa

Entre as principais funções de uma universidade corporativa, podemos citar:

  • Incentivar o aprendizado para que a equipe consiga ajudar a cumprir as metas
  • Estimular as competências requeridas no dia a dia
  • Aumentar as vantagens competitivas
  • Desenvolver novos talentos
  • Estimular um clima corporativo mais saudável
  • Reter bons profissionais
  • Maior aderência aos objetivos específicos da empresa.

Universidade Corporativa como funcionam
As universidades corporativas podem ter aulas presenciais ou online

Como funcionam as Universidades Corporativas?

As universidades corporativas estão ligadas a empresas públicas ou privadas ou mesmo ONGs.

Ao disponibilizarem cursos e soluções de aprendizagem baseados na realidade da organização, as universidades corporativas vêm cumprindo metas e têm ajudado no aumento da competitividade.

As aulas das universidades corporativas costumam mesclar sessões presenciais e por meio online, através de plataformas de ensino a distância.

É fato que a tecnologia tem dado uma importante contribuição para o avanço do ensino corporativo.

Algumas empresas já até utilizam as mídias digitais para realizar treinamentos, como é o caso da Dell University.

Universidade Corporativa principais vantagens
Há uma série de vantagens para as empresas que possuem uma universidade corporativa

Principais vantagens das Universidades Corporativas

Agora que já conhece o conceito, entende para o que se destinam e como funcionam as universidades corporativas, você já deve ter identificado algumas de suas vantagens.

Mas, neste tópico, vamos falar com mais detalhes sobre elas.

Podemos dizer que não é à toa que grandes empresas, como Ambev, Microsoft, Banco do Brasil e McDonald’s, possuem suas próprias universidades corporativas.

Elas já entenderam que investir na formação de profissionais altamente capacitados é o caminho mais curto para o sucesso.

Quer se inspirar nelas?

Abaixo, vamos destacar boas razões para você também pensar em um projeto de universidade corporativa.

Otimização de custos e qualificação

As universidades corporativas colaboram para otimizar tempo e recursos, garantindo customização e um atendimento de qualidade.

Ou seja, são uma forma eficaz de qualificar as equipes de trabalho, levando seus colaboradores a um outro nível de desempenho e produtividade.

Maior vantagem competitiva frente à concorrência

O conhecimento adquirido nesse tipo de modelo é valioso.

Uma universidade corporativa é capaz de formar colaboradores mais bem preparados, o que aumenta a competitividade da própria empresa a partir do melhor desempenho de todos.

Formação de novos líderes

Aqui, temos outro aspecto que é importantíssimo em uma sistema desse tipo.

Afinal, não há como ser um bom líder sem estar preparado para isso, não é mesmo?

E uma universidade corporativa oferece o ambiente perfeito para formar novos líderes já de acordo com a cultura e os valores da organização.

Formação e retenção de profissionais

Esse é um benefício esperado de empresas que valorizam os seus colaboradores.

E como não destacar essa valorização quando a organização aposta no desenvolvimento de um funcionário?

Certamente, ele se sente motivado a retribuir e cada vez mais engajado com metas e resultados.

Veja, portanto, que não são poucas as vantagens de uma universidade corporativa.

Podemos citar ainda o destaque à gestão por resultados, desenvolvimento de competências e a imersão na cultura empresarial.

Tudo isso aparece de forma clara nos objetivos desse tipo de estrutura, como veremos no tópico seguinte.

Universidade Corporativa quais os objetivos
Sempre é importante ressaltar que o foco da universidade corporativa é interno

Quais os objetivos principais das Universidades Corporativas?

Para que as estratégias da empresa se tornem viáveis, é preciso que o foco da universidade corporativa esteja voltado para o desenvolvimento de competências estratégicas da organização.

E é justamente para isso que elas se destinam.

Veja só uma relação de objetivos específicos da instituição de ensino empresarial:

  • Formar trabalhadores educados e bem preparados
  • Desenvolver competências críticas/estratégicas da organização
  • Preparar os colaboradores para trabalhar com novas técnicas e ferramentas
  • Alinhar o conhecimento adquirido com a missão da empresa
  • Incentivar postura de autodesenvolvimento e de protagonismo
  • Desenvolver competências críticas
  • Despertar a vocação pelo aprendizado.

O foco de uma universidade corporativa tanto pode ser interno quanto externo, uma vez que também pode oferecer soluções de aprendizagem para os stakeholders da empresa.

Essa é uma característica marcante das Universidades Corporativas. Mas há outras, como iremos destacar a seguir.

universidades corporativas reunião
A universidade corporativa é o melhor exemplo de uma empresa investindo em seu capital humano

Principais Características das Universidades Corporativas

A competitividade no mercado chegou a um nível tão alto e se mantém crescente que, para encarar tamanho desafio, é preciso para a empresa dar algo a mais.

Qualificar processos, tornar-se mais eficiente e produtiva são algumas ações imprescindíveis.

É por isso que grandes empresas têm chamado para si a responsabilidade de educar o seu capital humano, suprindo deficiências, aperfeiçoando e atualizando métodos e ações que o colaborador aprendeu no sistema de ensino tradicional.

De fato, o investimento na base humana é capaz de sustentar o desenvolvimento estratégico das organizações.

E tudo isso aparece em cada uma de suas principais características.

Confira!

Compartilhamento de informações

Os funcionários de uma empresa devem ser estimulados a dividir entre si o conhecimento adquirido, tendo foco na comunicação permanente das melhores práticas.

Mensuração de resultados

Os cursos oferecidos devem ser mensurados para saber o impacto de cada um deles nas atividades exercidas pelo profissional.

Diferentes formas de aprendizado

As universidades corporativas não podem restringir as atividades ao modelo “sala de aula-professor-aluno”, não só porque muitos cursos são online, mas também porque novas metodologias de ensino-aprendizagem são bem-vindas, como a sala de aula invertida.

Elas devem se apoiar em diversos sistemas de aprendizado, como entrevistas, avaliação de empresas, visitas e leituras complementares.

Personalização e comprometimento mútuo

Cada profissional deve ter seu planejamento e desenvolvimento individuais desenvolvidos, implementados e monitorados.

Assim, aproveita o melhor da aprendizagem para o seu perfil.

Mas a análise da evolução de cada colaborador deve ser assessorada pela central de inteligência nas universidades.

Responsabilidade social

A universidade corporativa deve desenvolver a capacidade empreendedora em seus profissionais e clientes, a fim de prepará-los para o futuro, não apenas pensando nos lucros a curto prazo da organização.

Universidade Corporativa principais diferenças
Há diferenças claras entre as universidades tradicionais e as universidades corporativas

Principais diferenças: Universidade Tradicional x Universidade Corporativa

Como já falamos anteriormente, não há como comparar uma universidade tradicional com uma universidade corporativa.

Quer entender as razões para isso?

Será possível perceber abaixo que as universidades tradicionais possuem objetivos mais abrangentes.

Universidade tradicional

  • Desenvolver competências e habilidades fundamentais para o mercado de trabalho.
  • Aprendizagem focada na formação conceitual e universal.
  • Sistema educacional formal e tradicional.
  • Desenvolver cultura acadêmica.
  • Transmitir crenças e valores universais.
  • Formar cidadãos competentes para alcançar o sucesso na vida pessoal e profissional.

Universidade corporativa

  • Desenvolver competências e habilidades fundamentais para o sucesso de uma organização.
  • Aprendizagem focada na prática dos negócios da empresa.
  • Sistema de desenvolvimento pautado pela gestão por competências.
  • Desenvolver cultura empresarial.
  • Transmitir crenças e valores da organização e do ambiente de trabalho e negócios.
  • Formar cidadãos competentes para alcançar o sucesso da organização e dos seus clientes.

Perceba que as universidades corporativas possuem objetivos de aprendizagem específicos e ligados aos interesses e estratégias da empresa na qual os profissionais trabalham.

De acordo com Marisa Eboli, as universidades tradicionais desempenham um importante papel na formação do indivíduo, mas precisam criar uma cultura de aprendizado permanente, que não se limite ao universo acadêmico, ao campus universitário.

Algumas universidades tradicionais já perceberam o desejo do mercado por profissionais mais qualificados e diferenciados e estão fazendo parcerias com universidades corporativas.

É um movimento interessante e com o qual todos têm a ganhar.

Universidade Corporativa como criar uma
Você pode seguir uma série de etapas para implantar uma universidade corporativa

Como criar uma Universidade Corporativa?

Pode até parecer um tanto quanto complicada a implantação de uma universidade corporativa.

Porém, com a assistência apropriada, aliada às facilidades das mídias digitais, qualquer empresa consegue “construir” a sua universidade corporativa.

Antes mesmo de começar a sua criação, é preciso identificar os problemas da organização, as dificuldades a serem sanadas e levantar as estratégias que serão utilizadas com a implementação de uma universidade corporativa.

Com a possibilidade de oferecer cursos online, a empresa possui uma grande vantagem de não precisar investir em infraestrutura.

Mas saiba que, para isso, é preciso procurar uma plataforma eficiente e intuitiva.

Considere ainda que cada negócio possui suas especificidades e visão de futuro.

Sendo assim, a universidade corporativa ajuda os funcionários a compreenderem melhor a organização em que trabalham, contribuindo para alcançar os objetivos da mesma.

Para facilitar a sua tarefa, vamos apresentar agora as principais etapas de criação de uma universidade corporativa:

1- Monte uma lista com as principais demandas de capacitação, imaginando o que é importante que seja disseminado pela empresa

2- Determine quem serão os responsáveis por cada curso (colaboradores da empresa) e detalhe o conteúdo de cada um deles

3- Aposte em uma plataforma web para que os funcionários tenham flexibilidade para realizar os cursos

4- Recompense os profissionais que concluírem os cursos com certificação, bonificações ou premiações. Vale investir em um plano de carreira. Isso incentiva o colaborador a querer aprender sempre mais.

Universidade Corporativa Caixa
Confira algumas empresas que tiveram sucesso ao implementar suas universidades corporativas

Exemplos de sucesso em Universidades Corporativas

Antes de concluirmos, que tal sairmos da teoria para a prática?

Para que uma universidade corporativa seja bem-sucedida, é preciso tomar algumas medidas antes, durante e depois do processo.

Isso inclui o planejamento, a tecnologia, o incentivo ao compartilhamento de informações e a mensuração de resultados.

Algumas empresas souberam fazer muito bem o dever de casa e são consideradas como exemplos na área.

Abaixo, vamos falar um pouquinho sobre algumas delas, para você entender como foram criadas e como funcionam.

Inspire-se!

Universidade Corporativa da AmBev

Considerada umas das pioneiras, ela foi criada em 1995, na época como Universidade Brahma, e oferece cursos e certificações para os funcionários.

Com aulas presenciais e online, nas áreas industrial, de vendas, marketing, operações, logística, administrativa e financeira, já recebeu mais de R$ 200 milhões em investimentos e superou um total de 20 mil pessoas treinadas a cada ano.

O objetivo da Universidade AmBev é aprimorar competências, transformar a cultura organizacional da empresa e colaborar para um ambiente propício para o crescimento.

Universidade Corporativa Fiat Chrysler Automobiles

A empresa oferece cursos online, presenciais e em tempo real.

No seu caso, é o RH quem decide quem vai participar de cada treinamento, que são pensados de acordo com a necessidade da empresa.

Vale destacar ainda que a Universidade Corporativa Fiat Chrysler Automobiles oferece qualificação para outras representantes do mercado corporativo.

Universidade Corporativa da Caixa Econômica Federal

A Universidade Corporativa da Caixa Econômica Federal é considerada como uma dois principais exemplos do segmento no país.

Sua criação remete a 1996, como parte do programa Crescer, também desenvolvido pelo banco.

Em 2017, recebeu o prêmio internacional “GlobalCCU Awards” da Global Council of Corporate Universities, como uma das melhores universidades corporativas a incorporar a identidade, a cultura e a marca da organização junto ao público.

McDonald’s University

Sim, uma das maiores redes de fast food do mundo também tem a sua universidade corporativa.

A McDonald’s University possui cursos presenciais e online.

Seu objetivo é desenvolver competências nos colaboradores de modo a impactar positivamente o seu trabalho na empresa.

Universidade Corporativa do Banco do Brasil – UniBB

Outra instituição financeira que possui a sua própria universidade corporativa é o Banco do Brasil.

Ela é considerada como um recurso estratégico pela empresa, o que não é difícil de entender.

Seu foco está na capacitação dos colaboradores, mas também visa consolidar a imagem institucional e disseminar sua visão de futuro.

Universidade Corporativa reunião
Há muitos motivos para investir em capacitação dos colaboradores

Conclusão

A universidade corporativa pode ser vista como uma ferramenta de sucesso, pois ajuda a qualificar os profissionais de uma empresa que, dessa forma, irão contribuir para os seus próprios resultados.

Embora seja um modelo costumeiramente ligado a grandes negócios, pode ser adaptado para empresas de pequeno e médio porte.

Como a maioria delas oferecem cursos online, a universidade corporativa é considerada como uma forma inovadora de treinar os funcionários.

Afinal, eles conseguem acessar as aulas de qualquer lugar e no horário de sua preferência.

Através da universidade corporativa, é possível ampliar o conhecimento e as habilidades dos colaboradores, elevando a competitividade da instituição e contribuindo para atrair e reter talentos.

Portanto, não faltam motivos para apostar nessa ideia.

Se você deseja implementar a universidade corporativa na sua empresa, é possível aproveitar o sistema operacional já utilizado pela organização para iniciar um teste de distribuição de conhecimento.

Você provavelmente irá constatar que vale a pena investir nessa área.

E quem ganha com isso? Tanto a empresa, com aumento do rendimento e dos resultados, e o colaborador, com a ampliação de suas competências.

Ficou com alguma dúvida ou deseja mais informações sobre o assunto?

Conheça o curso sobre Educação Corporativa e fale com a equipe da FIA (Fundação Instituto de Administração). Será um prazer atendê-lo.

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *