Share, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

O que é IES e como saber se um curso é reconhecido?

o que é IES como saber se um curso é reconhecido
Rate this post

Saber o que é IES vai muito além do significado dessa sigla, utilizada para indicar uma Instituição de Ensino Superior.

Afinal, estamos falando sobre o seu futuro.

Além da decisão sobre qual curso fazer, escolher onde cursar é uma das grandes preocupações dos estudantes.

E é assim porque existem várias modalidades de IES.

São faculdades, universidades, centros universitários, IES privadas, públicas… enfim, muitas opções diferentes.

Assim, para tomar a melhor decisão, não resta outro caminho a não ser o do conhecimento e informação.

É o que você confere aqui, com a leitura deste artigo.

Veja os tópicos que iremos abordar:

  • O que é IES?
    • Definição de IES
    • A história das IES
    • Tipos de Instituição do Ensino Superior
    • O que é o IES da universidade?
    • O que significa IES no FIES?
  • Qual a diferença entre uma universidade privada e pública?
  • Como saber se um curso é reconhecido pelo MEC?
    • MEC como órgão regulador da IES
    • Credenciamento da instituição e de cursos de graduação
    • Validade do credenciamento (da instituição e do curso)
    • Visita in loco para credenciamento e recredenciamento
    • Conceitos de mantida e mantenedora
  • Nota do curso de graduação (determinada pelo Enade a cada 3 anos)
  • Nota da instituição (determinada pelo IGC)
  • Notas da FIA.

Se o assunto interessa, acompanhe até o final. Boa leitura!

o que é IES que é
A escolha de uma boa IES pode ter impacto direto na sua carreira profissional

O que é IES?

Instituição de Ensino Superior, ou apenas IES, é uma unidade autônoma que oferece serviços de educação superior, como cursos de graduação, pós-graduação e de extensão.

Ela pode ser classificada de acordo com a quantidade e especificidade dos cursos oferecidos. Além disso, pode ser oferecida pela iniciativa privada ou pública.

De fato, sua importância para a sociedade é enorme, já que as IES formam profissionais de diferentes segmentos, além de cidadãos mais instruídos.

Vamos entender mais a fundo o que é IES?

Definição de IES

A Lei 9.394/1996 estabelece as diretrizes e bases da educação nacional brasileira.

Dentre as orientações, define as IES como as instituições nas quais o ensino superior será ministrado com variados graus de abrangência ou especialização.

Além disso, é também nessa legislação que são determinadas outras questões sobre as IES, como forma de financiamento das atividades, profissionais necessários e demais diretrizes. Tudo isso ainda vai ser abordado neste artigo.

A IES pode oferecer cursos de:

  • Graduação: é uma formação profissional ou acadêmica que fornece, após aprovação final, diploma na área cursada em Bacharelado, Licenciatura ou Tecnologia. Ela é direcionada a pessoas com formação de Ensino Médio ou correlatos
  • Pós-graduação Lato Sensu: funciona como uma espécie de especialização para os já devidamente graduados e diplomados. Ao fim do curso, confere certificados àqueles que se formaram
  • Pós-graduação Stricto Sensu: oferece programas de mestrado e doutorado acadêmico ou profissional. Diferentemente da lato sensu, cursos stricto sensu concedem diploma de mestre ou doutor aos concluintes.

A história das IES

No Brasil, o ensino superior vem se tornando mais acessível a diferentes camadas sociais, nos últimos anos. Porém, as IES têm história muito antiga ao redor do mundo.

Em Bolonha, na Itália, foi criada a primeira universidade do planeta, em 1080.

No fim do século XII, a universidade incorporou o primeiro curso de Direito com as disciplinas de retórica, gramática e lógica.

Antes dela, no entanto, instituições de ensino com processos semelhantes já tinham surgido no mundo, como a atual Universidade Ez-Zitouna, em 737, na Tunísia, a Universidade al Quaraouiyine, em 859, no Marrocos e a Universidade de al Azhar, em 988, no Egito.

Em terras brasileiras, a primeira instituição de ensino de que se tem notícia é o Colégio dos Jesuítas, em Salvador. Ele funcionou entre 1553 e 1759.

O curso de Teologia e Ciências Sagradas, nele ministrado para os sacerdotes, é considerado o primeiro de nível superior do Brasil.

Mais tarde, no século XIX, o ensino superior brasileiro começaria a se aperfeiçoar.

Em 1808, por exemplo, foi fundada a Escola de Cirurgia. Posteriormente, ela passou a ser a Academia Médico-Cirúrgica da Bahia, antecessora da atual Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia.

De lá para cá, os formatos de ensino mudaram e diversas outras IES foram se formando ao redor do mundo.

Se, no início, os cursos focavam basicamente em Medicina, Direito, Artes e Teologia, atualmente, existem centenas de tipos de graduação em diferentes campos de ensino.

Tipos de Instituição do Ensino Superior

No Brasil, há três modalidades de IES.

Elas são definidas de acordo com o formato, número de cursos e especialização dos professores.

Confira:

Faculdade

A faculdade é uma IES que ministra cursos de ensino superior de maneira mais segmentada.

Ou seja, geralmente, ela não abrange muitas áreas do conhecimento ao mesmo tempo.

Assim, pode focar a oferta de cursos em determinados campos, como saúde, economia, administração, entre outros.

Os professores das faculdades precisam ser, no mínimo, pós-graduados lato sensu.

Seguindo essa linha, a IES não precisa oferecer programas de mestrado e doutorado. Caso desenvolva uma pós, ela só pode ser lato sensu.

Assim, a faculdade é um ambiente de ensino focado em determinada área e tem uma educação superior mais voltada para o aprendizado profissional.

Universidade

Abrangendo mais áreas do que as faculdades, as universidades oferecem diversos tipos de cursos de graduação, pós-graduação e outros.

Elas devem, obrigatoriamente, proporcionar atividades de ensino, pesquisas e projetos de extensão – inclusive, de serviços ou atendimentos para a sociedade em várias áreas do conhecimento.

Seu corpo docente deve conter, no mínimo, um terço de professores mestres e doutores e mesma quantidade em regime de trabalho de tempo integral.

Além disso, os professores mestres ou doutores têm que desenvolver pesquisas científicas junto aos graduandos nas IES.

As universidades se caracterizam por ser, então, um ambiente acadêmico mais diversificado, com foco em pesquisa.

Centro universitário

Os centros universitários são pluricurriculares, assim como as universidades.

A diferença é que, no geral, eles têm menor abrangência e há menos exigência nos programas de pós-graduação.

Além disso, os centros universitários não precisam investir em atividades de pesquisa.

Um terço do corpo docente deve ter formação stricto sensu e pelo menos um quinto dos professores deve trabalhar de maneira integral para IES.

Os centros universitários são como uma “universidade menor”.

O que é o IES da universidade?

IES da universidade também é o código no qual a instituição está cadastrada junto ao Ministério da Educação.

Para ter acesso a esse dado, siga o passo a passo:

  1. Acesse o site e-MEC
  2. Localize a aba “Consulta Avançada”
  3. Em seguida, selecione a opção “Instituição de Ensino Superior”
  4. Digite o nome da faculdade, universidade ou centro universitário no campo, logo depois
  5. Dê mais informações como estado e município, para uma pesquisa mais rápida e precisa. Se preferir, você ainda tem outros campos para selecionar e refinar ainda mais a busca
  6. Preencha o código de verificação, de forma obrigatória
  7. Por fim, clique em pesquisar
  8. Aparecerá o nome da IES, logo abaixo. Clique sobre ele para ter mais informações sobre a instituição, inclusive, seu número de cadastro.

O que significa IES no FIES?

O FIES é um programa do governo federal que concede financiamento estudantil, facilitando o pagamento das mensalidades cobradas por uma instituição de ensino superior privada.

O aluno deve se cadastrar no portal do FIES Seleção informando dados pessoais, como número de documentos, filiação, entre outros.

Em seguida, precisa preencher os campos sobre a unidade na qual solicita o financiamento. Dentre as informações solicitadas, está o nome do curso e a IES.

Como vimos, o código da IES pode ser conseguido através do portal do Ministério da Educação.

Assim, siga o passo a passo indicado acima e, então, preencha o formulário do FIES corretamente com a IES.

o que é IES qual diferença entre uma universidade privada publica
Nem toda IES é igual: nas públicas não há cobrança de mensalidade

Qual a diferença entre uma universidade privada e pública?

Depois de entender o que é IES, cabe destacar as diferenças entre as universidades públicas e privadas.

Enquanto a IES privada cobra mensalidades para que os alunos se formem nos cursos de graduação e pós-graduação, a pública não pode fazer a cobrança dos universitários.

Então, basicamente, a principal diferença entre uma universidade privada e a pública é a forma de captação de recursos financeiros.

Assim, os estudantes precisam investir dinheiro para os estudos nas universidades privadas e, nas públicas, não.

Devido à gratuidade e oferta reduzida de vagas, as IES públicas tendem a ter um processo seletivo mais competitivo e rigoroso. No entanto, entrar em uma universidade privada ainda exige estudo e dedicação para suas provas.

Mais importante do que observar se a instituição é pública ou privada, vale a pena conferir a qualidade do ensino oferecido e como ele se adapta às suas necessidades enquanto aluno.

o que é IES como saber se um curso é reconhecido pelo MEC
Uma semelhança de todas as IES é a anuência do MEC para sua operação

Como saber se um curso é reconhecido pelo MEC?

O objetivo do universitário é adquirir conhecimento, se formar e poder atuar na nova profissão, certo?

Então, imagine se, depois de anos de estudos, você descobre que a IES não é reconhecida pelo MEC e, por isso, não pode emitir o diploma?

Para não correr esse risco, é preciso verificar se a instituição é credenciada pelo MEC.

Descubra, a seguir, como fazer a consulta antes mesmo de ingressar no Ensino Superior.

MEC como órgão regulador da IES

Todas as IES, sejam elas públicas ou privadas, devem passar pelo crivo do Ministério da Educação.

É o órgão que permite o funcionamento das instituições de ensino superior, bem como autoriza a criação de cursos e estabelece as diretrizes de funcionamento.

Por isso, ele pode, entre outras tarefas reconhecer, credenciar, supervisionar e avaliar os cursos das instituições de educação superior e os estabelecimentos do Sistema Federal de Ensino Superior.

Assim, qualquer dúvida que o aluno tiver sobre a estrutura educacional da IES, pode consultar as métricas do MEC e verificar qual a situação da instituição em questão.

Para tanto, vale seguir os passos que ensinamos antes, a partir do site e-MEC.

Credenciamento da instituição e de cursos de graduação

Como já destacado, o MEC é o órgão público responsável por realizar o credenciamento, autorização e/ou reconhecimento de uma IES e seus cursos.

Dessa forma, uma instituição de ensino deve requerer ao MEC o credenciamento – inicialmente, como faculdade.

Depois, pode solicitar que seja credenciada como centro universitário ou mesmo universidade.

Ainda como faculdade, a IES não tem autonomia para criar cursos de graduação. Para isso, precisa solicitar a autorização do MEC.

Por fim, o reconhecimento deve ser solicitado pela instituição quando o curso de graduação tiver completado 50% de sua carga horária.

Essa é uma condição necessária para a validade nacional dos respectivos diplomas.

Validade do credenciamento (da instituição e do curso)

O primeiro credenciamento da instituição tem prazo máximo de três anos para faculdades e centros universitários, e de cinco anos para as universidades.

O recredenciamento deve ser realizado pela IES ao final de cada ciclo avaliativo do Sinaes, o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, junto à secretaria competente.

Por isso, não basta que a instituição tenha sido credenciada uma vez – é preciso verificar se ela está com o credenciamento atualizado.

Visita in loco para credenciamento e recredenciamento

No final de 2017, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), através de portaria, regulamentou os processos da avaliação externa in loco.

Assim, à exceção dos cursos de ensino superior à distância, as avaliações para credenciamento e recredenciamento podem ser realizadas presencialmente.

Para isso, basta que a IES solicite a visita de um agente do MEC, em conformidade com as diretrizes do INEP.

Conceitos de mantida e mantenedora

Já sabemos que uma IES pode ser pública ou privada.

No primeiro caso, o financiamento de suas atividades se dá através de recursos do próprio Poder Público, seja na esfera Federal, Estadual ou Municipal.

As instituições privadas cobram taxas de mensalidade e matrícula para cobrir suas despesas e, em alguns casos, gerar lucro.

De acordo com o Itamaraty, uma IES pode ter uma mantenedora.

Ou seja, uma pessoa jurídica provê os recursos necessários ao funcionamento da instituição de ensino e a representa legalmente.

Logo, a IES se torna a mantida, pois segue com as suas atividades através da mantenedora, enquanto oferta a educação superior.

o que é IES nota do curso graduação determinada pelo ENADE cada 3 anos
O ENADE é uma das boas métricas para avaliar a qualidade da instituição

Nota do curso de graduação (determinada pelo Enade a cada 3 anos)

Existem diferentes maneiras de verificar a qualidade de um curso oferecido por uma IES.

Entre elas, está a nota fornecida pelo Enade.

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes avalia os cursos da educação superior com critérios objetivos de qualidade e excelência.

Com seu resultado, é formado o Conceito Preliminar de Curso (CPC).

Ele vai de uma escala de 1 a 5 e toma como base diferentes variáveis, que consideram o desempenho de estudantes, infraestrutura, instalações, recursos didático-pedagógicos e corpo docente da IES.

O Enade é realizado anualmente em todo o país e os universitários devem fazer a prova.

No entanto, existe uma escala entre os campos de ensino que faz com que o mesmo curso só seja avaliado novamente a cada três anos.

Por isso, acompanhe as notas mais recentes da IES na qual você está se candidatando para verificar o desempenho da graduação desejada.

Nota da instituição (determinada pelo IGC)

Se o Enade e CPC avaliam a qualidade do curso, o desempenho da instituição de ensino superior pode ser observado através do IGC.

O Índice Geral dos Cursos (IGC) é uma métrica utilizada pelo governo federal que avalia a instituição como um todo.

O resultado é construído através da elaboração de uma média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada IES.

Dessa forma, ela sintetiza em um único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino, de acordo com o próprio MEC.

Assim como o Conceito Preliminar de Curso, o IGC tem nota que vai de 1 a 5, sendo 5 a melhor avaliação.

O IGC é divulgado anualmente pelo Inep/MEC, imediatamente após a divulgação dos resultados do Enade.

Além de o índice ser útil para a avaliação das IES pelo estudante, ele também dá importantes diretrizes de ação sobre as instituições.

Estabelecimentos de educação superior com nota inferior a 3 no Índice Geral de Cursos da Instituição não podem se expandir.

Isso significa que não poderão construir novos campi, abrir cursos, nem aumentar o número de vagas de ingresso.

Portanto, esteja de olho na classificação da IES de seu interesse a fim de verificar se ela corresponde ao padrão de qualidade exigido para o ensino superior.

fia enade cinco estrelas o que é ies
A FIA é reconhecida também pela excelente performance de seus alunos em exames como o ENADE

Notas da FIA

A Faculdade FIA de Administração e Negócios está sempre atualizada quanto às exigências e determinações do MEC.

Entendemos que o cumprimento das diretrizes garante a qualidade e confiança ao Ministério de Educação, alunos e sociedade como um todo.

Por isso, a FIA é credenciada não só pelo MEC (Portaria MEC nº 750, de 26/05/2000), mas, também, por diversas outras instituições de peso em todo o mundo, como AMBA (Association of MBAs), EFMD, Executive MBA Council e Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Administração.

Com toda a dedicação e esforço para a criação de um ensino superior de qualidade, a FIA é nota máxima no IGC dos últimos anos.

Ou seja, faz parte do seleto grupo de 1,6% das IES do Brasil que conseguiram atingir o maior conceito do Índice Geral de Cursos.

Além disso, o curso de Administração recebeu NOTA 5 do ENADE ficando como o melhor curso de Administração na cidade de São Paulo, ratificando o compromisso com o ensino superior de ponta.

Por tudo isso, a FIA é uma IES altamente qualificada para fornecer uma educação de excelência.

Conclusão

As instituições de ensino superior acompanham a humanidade há muitos anos.

Adaptando-se às necessidades de seu tempo presente, elas formam profissionais capacitados para o exercício diário da profissão.

Para regular a qualidade do ensino prestado pelas IES, o Ministério da Educação tem diversas diretrizes e métricas que devem ser alcançadas.

Como aluno ou cidadão em geral, todos nós devemos ficar atentos ao Enade, CPC e IGC.

Esses índices mensuram o quanto os cursos e as instituições estão bem qualificadas.

Como cidadão, devemos prestar atenção a eles, já que são essas IES que formarão os novos profissionais com os quais nós lidamos, todos os dias.

Como aluno, comparar e escolher a instituição com as melhores notas nas avaliações do MEC é a garantia de estudar em uma IES que ensina com qualidade e profissionalismo.

Se o artigo foi útil,  compartilhe o conteúdo em suas redes sociais.

E aproveite para visitar o site da FIA, conhecer nossos cursos e, se desejar, faça contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *