Share, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

MBA Executivo: O que você precisa saber para estar no topo

MBA executivo o que voce precisa saber

O que acha de se especializar a partir de um MBA executivo? Esse pode ser o grande diferencial competitivo que você precisa para alcançar o topo na carreira.

Afinal, no atual mundo corporativo, os profissionais estão se reinventando a todo momento para atender às novas exigências do mercado.

É uma corrida sempre em busca de novas habilidades por meio do desenvolvimento de competências diversas.

E você, que já ocupa um cargo estratégico, já está dentro dela, não é mesmo?

Como lida com muitas questões ao mesmo tempo, incluindo liderança, administração, inovação e resultados, deve encontrar o melhor modo para conduzir tudo isso.

Mas, atenção!

Só vence essa competição quem segue o caminho do conhecimento, que é a base de tudo.

A educação continuada, como é próprio de cursos de MBA, representa a sua medalha mais valiosa nessa prova de fogo.

Ficou interessado em saber como chegar ao pódio e ocupar os mais altos lugares? Então, este artigo é para você.

Todas as suas dúvidas sobre a importância do MBA para executivos serão esclarecidas ao longo do texto.

Ao final, você vai ter a certeza de ter encontrado um atalho para a vitória.

É chegada a hora de dar o próximo passo. Estes são os tópicos que iremos abordar hoje:

  • O que é MBA Executivo?
  • Diferença entre o MBA tradicional e o MBA Executivo
  • Por que é importante fazer um MBA Executivo?
  • A importância de continuar sua formação e ganhar mais ferramentas
  • O peso do retorno sobre o investimento (ROI) ao escolher o curso de MBA.

Boa leitura!

MBA Executivo o que é
O primeiro programa de MBA do mundo foi criado em Harvard

O que é MBA Executivo?

Antes de nos aprofundarmos sobre o conceito do MBA executivo, é preciso entender o peso e o poder que essa sigla, de apenas três letras, carrega em um currículo profissional.

MBA vem do inglês e significa Master of Business Administration.

Nos EUA, o MBA surgiu no início do século XX e é reconhecido como um mestrado. Essa era uma época na qual as empresas eram “engessadas” e burocráticas.

Crescia, então, a necessidade de obter novos conhecimentos, por parte dos gestores, nas mais variadas áreas.

Entre elas, marketing, recursos humanos, administração, finanças e liderança.

Era um momento no qual novas competências foram identificadas como a solução para prepará-los para mudar a forma de conduzir os negócios.

Dessa fase inicial, podemos mencionar alguma curiosidades interessantes.

Veja só:

  • Fundada em 1900, a primeira escola de negócios a oferecer um Mestrado em Estudos Comerciais foi a Tuck School of Business, no Dartmouth College
  • Logo depois, esse pioneiro Master of Commercial Science evoluiu para o Master of Business Administration
  • Assim, em 1908, a Harvard Graduate School of Business Administration passou a oferecer o primeiro programa de MBA do mundo – veja mais no site da escola, em História do MBA
  • Já o MBA executivo surgiu a partir de 1950 fora do Brasil.

Então, sobre que qualificação estamos falando?

O MBA executivo é o curso de gestão voltado para profissionais experientes que ocupam cargos gerenciais.

O MBA no Brasil

Com a globalização, o gestor mais qualificado era o que havia de mais importante como diferencial das empresas.

Assim, por volta de 1990, o MBA chegou ao Brasil.

Por aqui, ele é considerado como uma especialização (pós-graduação lato sensu) com foco na área administrativa e gerencial (gestão estratégica) de uma empresa.

O nosso MBA executivo é o que mais se aproxima desse modelo americano de mestrado.

Com uma visão generalista, seu objetivo é formar os principais líderes de uma empresa.

Desse modo, quem faz um MBA executivo tem uma visão mais profunda, sistemática e completa do universo corporativo.

O profissional egresso desse tipo de curso é considerado apto para colocar em prática, na rotina empresarial, algumas questões que norteiam o destino das organizações, tais como:

  • Como gerenciar?
  • Como administrar?
  • Como liderar?
  • Como alcançar o sucesso de um negócio?

Estar à frente disso é ter a carreira mais valorizada dentro de uma empresa.

Não por acaso, é uma meta que comanda os esforços de gestores em negócios de todos os portes.

E é claro que você almeja todo esse reconhecimento quando decide pela busca contínua do seu aprimoramento profissional, não é mesmo?

Agora que já sabe a importância de um MBA e sua história, assim como o que é o MBA executivo, vamos avançar.

No próximo tópico, iremos explicar melhor as diferenças entre os modelos de qualificação profissional.

Diferença entre o MBA Tradicional e o MBA Executivo

Há diferenças pontuais que marcam um MBA tradicional na comparação com um MBA executivo.

Para tornar o entendimento sobre elas mais claro, separamos os principais tópicos a saber sobre cada modalidade.

Confira os aspectos mais importantes a respeito delas.

MBA Tradicional

  • Indicado para recém-formados ou quem ainda tem pouca experiência gerencial
  • Possui conteúdo generalista em gestão e negócios
  • Desenvolve habilidades funcionais, incluindo finanças, marketing, operações, estratégias e liderança
  • Aplica teorias e estudo de casos.

MBA executivo

  • É voltado para profissionais que possuem larga experiência em gestão – em média, 5 anos
  • A gestão é vista como prática
  • Desenvolve visão de ação, além da analítica, reflexiva e colaborativa
  • Aprendizado por meio de discussões e ideias nas trocas de experiências entre os gestores participantes.

Então, qual tipo de MBA se encaixa melhor com seu momento?

Se você gosta do modelo apresentado pelo MBA Executivo, no próximo tópico, vai descobrir se ele é o ideal para o seu perfil.

Para quem é o MBA Executivo?

Você chegou até aqui buscando informações sobre o MBA Executivo, gostou da proposta, mas ainda não tem certeza se esse é o melhor caminho para crescer na carreira.

A dúvida é natural, mas vamos ajudá-lo.

Confira as principais questões que vão ajudá-lo a identificar se você reúne as características que marcam o perfil dos estudantes de um MBA executivo:

  • Você ocupa algum cargo de liderança, como CEO, Superintendente, Gerente, Gerente Executivo ou Diretor?
  • Pretende desenvolver habilidades de liderança e gestão com excelência, seja qual for a sua área de atuação?
  • Acredita ter bagagem profissional suficiente para contribuir com o curso?
  • Possui inglês fluente?
  • Está preparado de fato para dar um salto na carreira?

Se você respondeu de forma positiva às perguntas acima, com certeza, é um candidato qualificado para o MBA executivo.

Resumindo: o aluno desse tipo de curso ocupa um cargo de gestão, já enfrentou experiências práticas que testaram e enriqueceram suas habilidades, quer evoluir ainda mais na carreira e fala inglês de forma fluente.

Você também pode ler mais sobre o perfil dos estudantes de MBA e características da formação no Brasil a partir da pesquisa Mercado de MBAs 2016, realizada pela Associação Nacional de MBA (ANAMBA), em parceria com a NOZ Pesquisa e Inteligência.

Fundada em 2004, a entidade tem como missão contribuir para a excelência dos cursos de MBA no Brasil.

Por que é importante fazer um MBA Executivo?

Você já deve ter boas razões na ponta da língua para fazer um MBA Executivo, a partir de tudo o que leu até aqui.

Mas para não deixar passar nada em branco, vamos relacionar agora os principais motivos para apostar nessa qualificação.

Veja tudo o que ela pode agregar à sua vida profissional:

  • Networking
  • Vantagem/diferencial competitivo: um título de peso
  • Currículo sólido e diversificado
  • Atualização e crescimento profissional
  • Novos conhecimentos
  • Visão estratégica
  • Aceleração da carreira
  • Comunicação
  • Engajamento

Parece que temos aí razões de sobra para se matricular em um MBA Executivo, não é mesmo?

Mas por que parar por aqui?

No próximo tópico, você vai conferir o porquê da educação continuada ser uma necessidade inequívoca para a sua carreira.

MBA Executivo diferença do MBA tradicional
O MBA é muito importante para ganhar as ferramentas necessárias para crescer na sua empresa

A importância de continuar sua formação e ganhar mais ferramentas

Imagine você chegar próximo do topo na carreira, ter uma oportunidade de ascensão na empresa, mas falhar no quesito atualização profissional.

Entenda que o fluxo de informações hoje ocorre em velocidade tão intensa que não há como acompanhar sem se especializar.

Esse é um movimento que repercute nas estratégias de mercado e nas exigências que ele impõe para o crescimento sustentável e manutenção de resultados das empresas.

Quando chegar a hora de a organização precisar de você, é necessário estar preparado.

É por isso que vamos destacar agora dois aspectos integralmente relacionados à educação continuada.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre a importância de investir nela, isso acaba agora.

Possibilidade de crescer ainda mais dentro da empresa

Para quem está em transição na carreira, nada é mais importante do que continuar uma formação de qualidade.

É comum surgirem novas oportunidades – de mudança de cargo e aumento salarial – para quem que se aprimora e, portanto, se mostra preparado para enfrentar o desafio e corresponder ao chamado.

Além de proporcionar novas ferramentas para serem aplicadas no mundo dos negócios, o estudo também amplia seu próprio autoconhecimento.

A ideia é estar sempre em evolução pessoal e profissional com foco na sua visão de um líder que inspira e engaja pessoas.

Oportunidade para fazer networking e troca de experiências

O networking é, sem dúvidas, um dos grandes diferenciais de um MBA executivo.

Nota-se que ele está ligado à instituição escolhida, uma vez que os melhores alunos estão nas escolas melhor avaliadas.

Se manter uma rede de contatos é fundamental em qualquer área de atuação, o que dizer sobre os gestores?

Essa é uma tarefa imprescindível, inegavelmente.

Em um curso de excelência, você vai ter a oportunidade de conviver durante meses com os maiores líderes do mercado.

Também vai poder avaliar e rever os seus pontos de vistas, além de resolver problemas a partir dessas experiências.

Muitas informações importantes e estratégicas são trocadas nesse período de aprendizagem.

Além de tudo isso, os contatos também são essenciais para que você possa ter novas oportunidades de trabalho.

Afinal, nunca se sabe quando você buscará uma nova porta aberta.

E como diz Max Gehring, “networking é uma questão de paciência e não urgência”.

Como escolher um bom curso de MBA?

Agora que você está decidido e quer fazer um MBA executivo, falta definir onde.

A boa notícia é que há muitas ofertas de cursos de MBAs no mercado brasileiro.

Mas o valor do seu curso está diretamente ligado à escolha de uma instituição de qualidade, reconhecida pelo nível de ensino.

Portanto, comece seguindo estes três passos fundamentais:

1. Primeiramente, é preciso checar se o curso que você pretende fazer é credenciado pela Associação Nacional de MBA. Você pode conferir neste link

2. A partir desse dado, é importante analisar e pesquisar bem a instituição escolhida, assim como o curso em si

3. Busque mais informações sobre o programa oferecido, a carga-horária, os professores e a metodologia de ensino.

Quanto mais informações você reunir sobre o curso e a instituição, mais seguro você estará para se decidir pelo melhor MBA executivo.

O melhor MBA executivo para você

Se a sua opção for um MBA com reconhecimento internacional (incluindo a dobradinha com estudos aqui e no exterior), saiba que ele precisa ser credenciado pela AMBA (The Association of MBAs), entidade com sede em Londres.

Então, procure se informar bem sobre quais são os melhores programas de MBA nas mais destacadas escolas de negócios do mundo.

Para atestar isso, há o QS Global MBA Ranking.

A posição de cada instituição de ensino nesse ranking é determinada, anualmente, de acordo com cinco critérios.

São eles:

1. Reputação acadêmica

2. Reputação junto aos empregadores

3. Proporção entre o número de alunos e de professores

4. Citações por docentes

5. Proporção de professores estrangeiros e de alunos do exterior.

O MBA Executivo Internacional da FIA (Fundação Instituto de Administração) ocupa o nono lugar do ranking na América Latina, em 2018.

O detalhe é que ele foi o único do Brasil que aparece no top 10 do QS Global MBA Ranking.

De grande prestígio dentro e fora do país, o MBA executivo Internacional da FIA tem foco em estratégia corporativa internacional e reúne alunos de alto gabarito.

Cerca de 40% são diretores de empresas (CEOs, presidentes, diretores, sócios ou superintendentes), enquanto os outros 60% são gerentes sêniores.

Os participantes do curso têm idade média de 38 anos e atuam, há mais de uma década, em cargos executivos.

Com duração de 18 meses e mais de 600 horas de carga total, as aulas são no Brasil – e duas viagens de estudos ao Exterior também fazem parte do programa.

Importante citar que os alunos têm duas viagens internacionais como parte integrante do curso, com  opções de estudos e visitas a empresas nos EUA, Europa, China e Índia.

Se você se interessou por esse curso, no site da FIA estão todos os detalhes sobre o MBA Executivo Internacional que também é credenciado pela AMBA.

O que não pode faltar no seu MBA?

Dizem que um bom MBA é difícil de entrar e de sair.

Os cursos qualificados e certificados têm os seguintes pré-requisitos:

  • Análise de currículo
  • Avaliação (Application Questionnaire)
  • Entrevistas com os candidatos.

Além disso, todo o processo, a programação e o conteúdo visam garantir o que há de melhor em formação gerencial.

E, assim como esse cargo exige muita responsabilidade, um bom MBA executivo vai extrair o seu máximo.

Então, fique de olho nisso.

As escolas precisam orientar bem o aluno e passar todas as informações necessárias para uma decisão segura.

Conversar com que já passou por essa especialização também pode ser muito útil.

O resultado é compensador.

Todo seu esforço valerá o investimento de tempo e também financeiro – que é o assunto do tópico a seguir.

MBA Executivo continuar formação
Saber o ROI antes de investir em um MBA é bastante importante

O peso do retorno sobre o investimento (ROI) ao escolher o curso de MBA

ROI significa Return On Investment, algo como retorno sobre o investimento.

É uma métrica que ajuda a entender a relação custo-benefício.

Aplicando-a na sua formação, significa determinar quanto você precisa investir para obter um determinado resultado.

É claro que o retorno financeiro precisa ser levado em consideração na hora de optar por um curso de MBA executivo.

Mas não estamos falando apenas de dinheiro, já que você também investe tempo e energia.

São muitas horas, encontros e ainda há as viagens.

Mais uma vez, aqui entra a parte importantíssima que é a escolha das melhores escolas.

Segundo pesquisas do Executive MBA Council, o retorno sobre o investimento no MBA executivo Internacional da FIA, por exemplo, é duas vezes mais rápido que a média global.

E isso vale tanto para os alunos como para as empresas patrocinadoras.

MBA Internacional: o que a experiência no exterior pode trazer?

Hoje em dia, as multinacionais exigem profissionais que tenham uma bagagem internacional com habilidade para trabalhar com colegas de diversas nacionalidades e clientes ao redor do mundo.

Pode-se dizer que um MBA executivo internacional abre infinitas possibilidades de aprendizagem para atender a essas expectativas.

Esse tipo de especialização expande os horizontes sob vários os aspectos, tais como:

  • Consolidação do idioma inglês
  • Desenvolvimento humano, resiliência ao lidar com outras visões e culturas durante as visitas ao exterior
  • Novas habilidades adquiridas: formas de liderança em outras culturas
  • Análise de performance de equipes
  • Visão global
  • Novas alternativas: como diminuir custos e aumentar a produtividade
  • Currículo internacional
  • Troca de experiências.

É inegável o valor que um MBA executivo internacional agrega à carreira profissional.

E se considerarmos a realidade sobre a qual já falamos, a respeito da alta competitividade no mercado, o que hoje é um diferencial, logo se tornará uma exigência.

Pense nisso!

MBA Executivo ROI
Para crescer na sua vida profissional é necessário investir em educação e conhecimento

Conclusão

Já não restam mais dúvidas de que o caminho do sucesso profissional passa pela constante atualização do conhecimento.

O capital intelectual deve ser o seu maior investimento.

Pensando dessa forma, para quem busca uma carreira sólida, o MBA executivo representa um caminho obrigatório.

Ele é pré-requisito para muitos cargos importantes nas instituições.

Por meio da troca de experiências, de novas ideias, da capacitação para liderar em situações diversas e do desenvolvimento de novas habilidades, o profissional está preparado para ir em busca das melhores soluções e resultados para a organização, seus diversos públicos e a sociedade.

Com o MBA, todos saem ganhando.

Não há limites para quem enxerga o mundo como uma grande porta aberta cheia de possibilidades e oportunidades.

Quer crescer na carreira?

Visite o site da FIA e encontre a sua próxima qualificação profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *