métodos de estudo

20 nov 19

5 métodos de estudo que te ajudarão a passar no vestibular

Passar no vestibular e cursar a graduação que será a base para a sua carreira trata-se de um marco importante na vida de qualquer estudante. Portanto, toda a preparação durante esse período é fundamental. Estudar o conteúdo cobrado no exame por meio de uma rotina concreta é o primeiro passo, mas você sabia que existem diferentes métodos de estudo que podem auxiliá-lo na fixação dessas informações?

Afinal de contas, cada ser humano é diferente — alguns tendem a absorver determinada informação com mais clareza visualmente, outros auditivamente e assim por diante. Descobrir qual dos métodos de estudo é o mais adequado para a sua preparação é uma ótima forma de trilhar o caminho certo rumo à aprovação. Entenda mais em nosso post!

Conheça as diferentes formas de aprendizado

Você provavelmente tem aquele amigo que, só de ouvir o professor falando, já consegue captar a informação passada e fazer os exercícios propostos. Também deve conhecer uma pessoa que precisa anotar tudo certinho para absorver o conteúdo. Isso soa familiar? Pode ser que até mesmo algum desses exemplos seja o seu caso!

O que queremos dizer é que os indivíduos aprendem de formas diferentes. Não existe uma receita mágica ou uma única padrão de fixar o conteúdo. Por termos certas habilidades mais predominantes em relação a outras, acontece que o nosso cérebro tende a reter e entender melhor alguma informação quando contamos com o recurso certo.

Vamos entender melhor sobre essas diferentes formas de aprendizado abaixo:

  • visual — como o próprio nome indica, as pessoas com propensão a fixar conteúdos dessa forma têm as imagens, gráficos, mapas mentais e demais elementos do tipo como grandes elementos facilitadores;
  • auditivo — quem tem o lado auditivo mais aguçado nesse contexto registra e assimila melhor os conteúdos em formato de áudio, como podcasts, videaulas (unindo o visual ao auditivo), explicações gravadas etc.;
  • escrita — comprovadamente, a escrita a mão aguça o lado cognitivo do cérebro e facilita a assimilação de informações. As pessoas que tendem a aprender melhor dessa forma são aquelas que fazem resumos, fichamentos e usam post-its, por exemplo;
  • cinestésico — o indivíduo cinestésico utiliza bastante o tato e o movimento para estudar, criando, montando e desmontando coisas, etc.

Veja alguns métodos de estudo eficientes

Bom, até agora você já viu que a melhor forma de aprender para você pode não ser a mesma que para seu amigo. No entanto, quando o assunto é passar no vestibular, alguns métodos de estudo podem beneficiar a todos.

Ficou curioso? Aqui vão os 5 métodos de estudo para utilizar em sua rotina!

1. Faça resumos e fichamentos

Os resumos e fichamentos são ótimas formas de absorver e reforçar informações. Por isso, durante ou após a sessão de estudos (ressaltando a importância de montar um cronograma com horários) é interessante pegar o lápis ou a caneta e registrar os pontos-chave do conteúdo. Usar suas próprias palavras ao fazer essas anotações é fundamental, inclusive, para treinar a memória.

Além disso, não podemos negar que ter um fichamento de todas as matérias é uma carta na manga na hora de fazer revisões ou até mesmo estudos na reta final da preparação para o vestibular. Assim, em vez de ter que consultar toda a apostila para buscar o que precisa, basta dar uma olhada em seus resumos e você logo se lembrará das informações ajacentes.

2. Crie mapas mentais

Já ouviu falar em mapas mentais? Trata-se de um dos métodos de estudo mais adotados por vestibulandos, concursandos e até mesmo profissionais que querem organizar informações de forma mais visual e objetiva. O mapa mental é, de forma simples, um diagrama, composto por um ponto-chave e ramificado em tópicos relacionados.

Um dos aspectos diferenciados do mapa mental é que ele estimula o uso de recursos imagéticos e visuais, como diferentes cores, formatos, fontes, enfim, tudo aquilo que auxilia na assimilação da informação. É, portanto, uma excelente maneira de melhorar a memorização, aumentar a produtividade e ajudar o cérebro a fazer associações rapidamente.

3. Faça simulados

Até então, vimos que os resumos e mapas mentais são boas ferramentas para absorver informações. Contudo, é preciso considerar que, se esse conteúdo não for aplicado ou exercitado, você não terá uma boa noção se os métodos de estudo estão o ajudando ou não.

Sendo assim, como ter a certeza de que você realmente aprendeu o conteúdo? Estude fazendo simulados, listas de exercícios, provas anteriores etc. Felizmente, com o auxílio da tecnologia, dá para ir muito além das atividades propostas nos livros e apostilas. Existem na internet inúmeros sites com testes dos mais variados. O melhor de tudo é que, dessa forma, é possível fixar a matéria e ainda trabalhar questões como tempo de resolução.

4. Assista videoaulas

Estudar sozinho para o vestibular é possível e rende ótimos resultados quando se tem foco e determinação. No entanto, é claro que às vezes faz falta ouvir uma explicação vinda de um professor — alguém que tem especialização e credibilidade para falar sobre o que você está aprendendo.

Como dissemos acima, a tecnologia pode ser uma grande aliada do estudante. Em plataformas como o YouTube, existem diversos canais com videoaulas ministradas por pessoas que sabem do que estão falando e explicam o conteúdo de forma dinâmica e até mesmo descontraída. Se essa ideia se encaixa no seu estilo de aprendizado, vale a pena integrá-la à sua rotina.

5. Aposte em aplicativos de estudos

Não poderíamos deixar de fora da nossa lista de métodos de estudo os aplicativos para estudantes. Sim, muito além de navegar e postar nas redes sociais, você pode usar o seu smartphone, tablet, computador etc. para baixar e utilizar apps que facilitam a vida do vestibulando, tanto para treinar o conteúdo quanto para auxiliar na gestão de tempo.

Alguns exemplos de apps são:

Pronto! Agora você já tem em mãos os melhores métodos de estudo para colocar em prática durante a sua preparação para o vestibular. Descubra o que mais funciona em seu caso e use isso a seu favor para obter os melhores resultados ao estudar. Assim, você poderá ter a certeza de que o seu nome estará na tão desejada lista de aprovados.

Gostou das dicas do post? Então, compartilhe o artigo agora mesmo em suas redes sociais e ajude mais pessoas a conhecerem os diferentes métodos de estudo existentes!

Powered by Rock Convert

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *